Mercados

Petróleo: Opep mantém previsão de alta no consumo global da commodity em 2021

Por Fast Trade
15 janeiro 2021 - 08:30 | Atualizado em 15 janeiro 2021 - 10:57
Petróleo_EUA_China

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) manteve sua projeção de alta na demanda global pela commodity em 2021. De acordo com seu relatório mensal, o cartel espera um aumento de 5,9 milhões de barris por dia (bdp), para 95,9 milhões de bpd.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Nesse sentido, a alta de 2,6 milhões está relacionada com a demanda dentro da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Além disso, a Opep prevê um aumento de 3,3 milhões de bpd na demanda fora do grupo, impulsionada por China, Índia e outros países asiáticos.

Vale destacar que as importações da China, o maior comprador mundial de petróleo, avançaram 7,3% em 2020, totalizando 542,4 toneladas, ou 10,85 milhões de bpd.

Para a Capital Economics, “a produção da Opep em breve cairá ainda mais abaixo da cota”.

Assim sendo, a expectativa é pela manutenção do mercado global de petróleo em um déficit, mas também pela manutenção dos preços

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Já em relação a 2020, ano marcado pelos fortes impactos do novo coronavírus, a Opep melhorou sua estimativa de queda para 9,8 milhões de bpd.

Em primeiro lugar, foi levado em consideração a redução da busca pela commodity nos Estados Unidos, sobretudo no segundo semestre do ano passado. Em contrapartida, a demanda em locais como China e Índia contribuíram para balançar as perspectivas da Opep.

Por fim, o cartel reduziu suas projeções para a produção da commodity energética no Brasil, tanto em 2020 quanto em 2021.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Antes de mais nada, veja mais destaques do petróleo e outras notícias:

Petróleo anula perdas da véspera e fecha em alta

Ofertas iniciais de ações disparam 344% em 2020

ELET6: privatização da Eletrobras volta ao radar

B3: Direcional (DIRR3), Smiles (SMLS3) e Carrefour

Covid-19: governo zera alíquota do Imposto de Importação para seringas e agulhas

Radar corporativo: Hapvida, Intermédica, Ultrapar e destaques da B3

B3: Natura (NTCO3), BR Distribuidora (BRDT3) e mais destaques corporativos

EGIE3: Engie distribuirá dividendos e juros sobre capital próprio; confira as datas

Ações da Intermédica (GNDI3) e Hapvida (HAPV3) disparam com rumor de fusão

Petrobras (PETR4) renova recordes de produção anual e oferta de ações da Light (LIGT3)


Sobre o autor