HomeMercados

Petróleo fecha em queda pressionado pelo avanço dos estoques nos EUA

Por Pablo Vinicius Souza
15 janeiro 2020 - 19:41
exportação de petróleo

Os contratos futuros de petróleo encerraram em queda nesta quarta-feira (15), refletindo o aumento nos estoques de gasolina e destilados nos Estados Unidos.

O petróleo vendido em Nova Iorque no West Texas Intermediate (WTI), com entrega para março, recuou 0,72%, sendo negociado a US$57,81 o barril.

Enquanto o petróleo Brent comercializado na ICE de Londres, para entrega no mesmo mês, declinou 0,75%, fechando na cotação de US$64,00 o barril.

O Departamento de Energia americano (DoE) divulgou que os estoques de gasolina saltaram a 6,678 milhões de barris na semana passada, desviando das previsões de avanço em 3,2 milhões de barris.

No mesmo sentido, os estoques de destilados (diesel e óleo para a calefação) aumentaram em 8,171 milhões de barris, contrariando a expectativa de alta em apenas 1,1 milhão de barris.

Os investidores ficaram surpresos frente à adição na quantidade de combustíveis destilados, que foi uma das maiores registradas na história e isso derrubou os preços nesta sessão.

Em contrapartida, o movimento de queda das cotações foi limitado pelos números dos estoques de petróleo bruto, que apresentaram redução de 2,549 milhões de barris no período.

Apesar disso, os investidores estão muito animados com a assinatura do acordo comercial entre Estados Unidos e China, que poderá elevar os níveis de demanda no país asiático.


Sobre o autor