HomeMercados

Petróleo fecha em queda pressionado pelas incertezas sobre o coronavírus

Por Pablo Vinicius Souza
27 fevereiro 2020 - 18:57
exportação de petróleo

Os contratos futuros de petróleo encerraram em queda nesta quinta-feira (27), pressionados pelas incertezas sobre os impactos do coronavírus na economia mundial.

O petróleo vendido em Nova Iorque no West Texas Intermediate (WTI), com entrega para abril, recuou 3,37%, no preço de US$47,09 o barril.

Já o petróleo Brent comercializado na ICE de Londres, para entrega em maio, caiu 2,05%, fechando na cotação de US$51,73 o barril.

Fazendo a quinta sessão consecutiva de perdas, os preços da commodity energética estão sendo fortemente impactados pelas perspectivas negativas sobre a demanda global.

Com o avanço do número de pessoas contaminadas pela doença, os governos estão adotando medidas contingenciais que preveem a alocação de recursos em necessidades prioritárias.

Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) sinalizou que o vírus tem o potencial de se tornar uma pandemia, tendo em vista, a rápida propagação em diferentes países.

O cenário de aversão ao risco, que já vinha afetando as previsões de demanda para 2020, se intensificou, mantendo os contratos sob pressão durante o período de negociações.

Segundo análise do ING, as cotações poderão sentir algum alívio caso a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decida se posicionar com mais cortes, na reunião de semana que vem.


Sobre o autor