HomeMercados

Petróleo fecha em alta reagindo à política de estímulos na China

Por Pablo Vinicius Souza
17 fevereiro 2020 - 18:44
exportação de petróleo

Os contratos futuros de petróleo encerraram em alta nesta segunda-feira (17), dando continuidade à trajetória de ganhos registrada na semana passada.

O petróleo vendido em Nova Iorque no West Texas Intermediate (WTI), com entrega para abril, avançou 0,52%, no preço de US$52,59 o barril.

Já o petróleo Brent comercializado na ICE de Londres, para entrega no mesmo mês, subiu 0,61%, fechando na cotação de US$57,67 o barril.

O mercado reagiu muito bem aos estímulos econômicos anunciados pelo governo chinês para minimizar os impactos do avanço do coronavírus.

O Banco do Povo da China vai injetar cerca de US$1,1 bilhão no setor bancário e irá reduzir a taxa de juros dos empréstimos de médio prazo, que passará de 3,25% para 3,15%.

As medidas adotadas visam fazer frente às turbulências provocadas pela epidemia do vírus, que está se espalhando rapidamente pelo território chinês.

Nem mesmo os resultados mais fracos da atividade econômica do Japão, o terceiro maior importador líquido da commodity, conseguiram atrapalhar o otimismo dos investidores, conforme análise do ING.

Os contratos de óleo bruto permaneceram imunes aos relatos de proliferação da doença, se apegando à crença de que Pequim conseguirá controlar o surto e manter em equilíbrio a sua economia.


Sobre o autor