HomeMercados

Petróleo fecha em alta com a economia chinesa no radar

Por Fast Trade
02 janeiro 2020 - 19:57
Petróleo

Os contratos futuros de petróleo encerraram em alta nesta quinta-feira (02), anotando ganhos já no primeiro pregão de 2020 impulsionado pelas notícias positivas sobre a economia da China.

O petróleo vendido em Nova Iorque no West Texas Intermediate (WTI), com entrega para fevereiro, subiu 0,19%, sendo negociado a US$61,18 o barril.

Enquanto o petróleo Brent comercializado na ICE de Londres, para entrega no mesmo mês, avançou 0,37%, fechando na cotação de US$66,25 o barril.

Na manhã de hoje, o Banco Central chinês anunciou que reduzirá em 0,50% o valor exigido para depósitos compulsórios das instituições financeiras, já valendo a partir do dia 06 de janeiro.

A medida poderá liberar até 800 bilhões de yuans (US$114,6 bilhões) para serem utilizados em empréstimos, fornecendo maior liquidez ao mercado local.

Além disso, o indicador da atividade manufatureira do gigante asiático registrou expansão em dezembro, ficando em 51,5 pontos, apesar de ter desacelerado em relação a novembro.

Outra notícia que ficou no radar dos investidores foi a previsão de assinatura da primeira fase do acordo comercial entre Estados Unidos e China, agendada para o dia 15 de janeiro.

A cerimônia de formalização do documento acontecerá em Washington, com a presença das principais autoridades ligadas ao comércio internacional dos dois países.

O movimento dos preços foi limitado pelo fortalecimento do dólar no exterior, porém, no acumulado de 2019, o WTI anotou valorização de 34,5% e o Brent subiu 22,7%.

Esse foi o resultado mais forte para o benchmark dos dois tipos de contratos desde 2016, apesar da queda sofrida em meados de setembro do ano passado, após o ataque às plataformas da petroleira Saudi Aramco.


Sobre o autor