HomeMercados

Petróleo avança mais de 2% refletindo suposto ataque a navios petroleiros

Por Pablo Vinicius Souza
13 junho 2019 - 18:42
Opep reduz previsão da demanda mundial de petróleo em 2019 devido tensões

Depois do tombo registrado na véspera, os contratos futuros de petróleo avançaram na sessão desta quinta-feira (13), refletindo as preocupações com o suposto ataque a navios petroleiros, no Golfo do Omã.

Dois navios de carga foram danificados enquanto navegavam na região do Estreito de Ormuz, na costa do Irã, o que está levantando muitas especulações sobre um possível ataque.

Em entrevista coletiva, o secretário dos EUA, Mike Pompeo, afirmou que o governo iraniano está envolvido no incidente e lamentou que muitas vidas civis foram colocadas em risco por questões políticas.

O ataque teria sido uma resposta dos iranianos às sanções aplicadas pelo governo americano que estão impedindo o país de comercializar petróleo no mercado.

Com essa situação, criou-se um grande receio sobre a oferta da commodity, pensando que essa é a principal rota de transporte da produção dos países do Oriente Médio.

No fechamento, o petróleo WTI para entrega em julho avançou 2,22%, sendo cotado a US$52,28 o barril e o petróleo Brent para agosto aumentou 2,23% sendo cotado a US$61,31 o barril.

Leia mais:

Ibovespa fecha em alta moderada com pressão do setor bancário

Dólar cai a R$3,85 com reforma da Previdência no radar

Noticiário Corporativo: Oi (OIBR3) e CSN (CSNA3)


Sobre o autor