HomeMercados

Petróleo apura queda superior a 2% com temores sobre o coronavírus

Por Pablo Vinicius Souza
27 janeiro 2020 - 19:42
exportação de petróleo

Os contratos futuros de petróleo encerraram em expressiva queda nesta segunda-feira (27), dando continuidade à trajetória de baixa iniciada na semana passada.

O petróleo vendido em Nova Iorque no West Texas Intermediate (WTI), com entrega para março, recuou 1,93%, no preço de US$53,14 o barril.

Já o petróleo Brent comercializado na ICE de Londres, para entrega no mesmo mês, registrou queda de 2,25%, fechando na cotação de US$59,32 o barril.

Fazendo a quinta sessão de perdas consecutiva, os preços da commodity operaram pressionados pelas preocupações sobre os possíveis impactos do avanço do coronavírus na contração da economia chinesa.

Em um cenário de proliferação da doença, o gigante asiático, como maior importador líquido de óleo bruto, poderá reduzir substancialmente os níveis de sua demanda.

Atualmente, a China consome cerca de 13,5 milhões de barris de petróleo por dia, ou 10 milhões a mais do que é capaz de produzir.

Os integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) estão, inclusive, considerando aprofundar os cortes na produção geral do cartel até o final de 2020, visando responder aos efeitos da epidemia.


Sobre o autor