HomePolítica

“Pessoa do ano”: Bolsonaro desiste de viagem a Nova York após boicote

Por Pablo Vinicius Souza
04 maio 2019 - 09:19
fundo eleitoral

O presidente da República, Jair Bolsonaro, desistiu de viajar a Nova York, onde seria homenageado como “Pessoa do Ano”.

A princípio, a premiação estava prevista para acontecer em 14 de maio, entretanto, o evento sofreu uma série de pressões.

Primeiramente, três empresas desistiram de patrocinar o evento (companhia aérea Delta, a consultoria Bain & Company e jornal Financial Times).

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

O local também chegou a ser alterado, depois que o Museu de História Natural da cidade sofreu pressões.

Posteriormente, o presidente da República também foi duramente criticado pelo prefeito de Nova York, Bill de Blasio.

Pressionado, Bolsonaro cancelou a ida aos Estados Unidos, o seria sua segunda viagem em menos de cinco meses de mandato.

Em nota, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, falou do recuo.

LEIA A NOTA À IMPRENSA NA ÍNTEGRA

“O Presidente da República agradece a homenagem proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, ao escolhê-lo ‘Personalidade do Ano de 2019’.

Entretanto, em face da resistência e dos ataques deliberados do Prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade.

Em função disso, e consultados vários setores do governo, o Presidente Bolsonaro decidiu pelo cancelamento da ida a essa cerimônia e da agenda prevista para Miami.

Otávio Santana do Rêgo Barros

Porta Voz da Presidência da República”


Sobre o autor