EmpresasHome

Oi vende edifício por R$120,5 milhões e segue com estratégia de desinvestimento

Por Pablo Vinicius Souza
31 janeiro 2020 - 13:38
OIBR3; OIBR4

A Oi (OIBR3) informou a conclusão da venda de um de edifício localizado no Rio de Janeiro, pelo valor de R$120,5 milhões.

Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia explicou que a medida faz parte da estratégia de desinvestimentos em ativos non-core.

O prédio foi adquirido pela empresa Alianza Gestão de Recursos e o valor referente à transação será pago integralmente no mês de março.

O negócio já havia sido autorizado pelo Juízo da 7ª Vara Empresarial do Estado do Rio de Janeiro, após consentimento do Ministério Público Estadual e do administrador judicial.

Procurando antecipar medidas arrecadatórias, a Oi considera acelerar a venda dos imóveis classificados como “imediatamente desinvestíveis sob as condições regulatórias atuais”.

Rodrigo Abreu, que era diretor de operações da tele e assumiu a presidência hoje, afirmou que a empresa está focando na venda em mais cinco ativos da mesma natureza, que podem gerar ingressos de R$300 milhões no caixa, já nos próximos meses.

A Oi também confirmou a intenção de vender parte de suas torres de telefonia móvel, em uma operação que pode levantar até R$700 milhões ainda no primeiro semestre deste ano.

“A administração da Companhia tem concentrado esforços no processo de geração de liquidez de curto prazo mediante a venda de ativos non-core, dentre eles, as torres, em linha com o previsto no seu Plano de Recuperação Judicial e no seu Plano Estratégico” – destacou o comunicado.


Sobre o autor