EmpresasHome

Noticiário Corporativo: Vale (VALE3) e Ambev (ABEV3)

Por Pablo Vinicius Souza
19 agosto 2019 - 12:26
Vale (VALE3)

Vale (VALE3) – Segundo relatório do Credit Suisse, o preço do minério de ferro deverá retornar ao nível de US$110 a tonelada, pendendo a média para US$95 no quarto trimestre.

O banco explicou que a falta de liquidez do mercado de commodities pressionou a queda dos principais produtos, mas que em 2020, a situação já estará normalizada e o preço-médio da tonelada será de US$85 conforme as projeções.

No documento também consta uma avaliação sobre a Vale, afirmando que a mineradora está em plena recuperação da produção, e por isso, a recomendação permanece em “Outperform”, com valuation descontado.

O grupo suíço acredita que até 2023, a companhia poderá recuperar os níveis de produção registrados antes da tragédia de Brumadinho e será uma das maiores pagadoras de dividendos, alcançando o nível de 9-10% de yield.

Ambev (ABEV3) – O Bradesco BBI manteve a recomendação neutra para as ações da Ambev, porém, reduziu seu preço-alvo para R$20, em função do crescimento menor do volume de vendas no Brasil.

Segundo as projeções do banco, os lucros da cervejaria deverão aumentar nos próximos anos, chegando à faixa de R$12,155 bilhões em 2019 e em 2020, cerca de R$13,379 bilhões.

Em contrapartida, a margem Ebitda deverá recuar do patamar das últimas previsões, ficando no patamar de 40% em 2019, e 40,5% em 2020.


Sobre o autor