Agronegócio

Nordeste terá autossuficiência na produção de milho com programa Prospera

Por Fast Trade
10 junho 2021 - 16:32 | Atualizado em 10 junho 2021 - 18:27
safra de grãos; MILHO

Criado pelos gigantes do agronegócio em parceria com o governo federal, o programa Prospera vai levar autossuficiência na produção de milho ao Nordeste.

Com o objetivo de capacitar 50 mil pequenos agricultores da região nos próximos cinco anos, a medida pretende aumentar em até seis vezes a eficiência produtiva das propriedades familiares.

Utilizando tecnologia, genética e assistência técnica para ampliar a produtividade das lavouras, o programa já atendeu mais de mil famílias desde 2017.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Nesse sentido, o estado de Pernambuco foi o primeiro a receber o projeto e já obteve excelentes resultados. A produtividade média das plantações saltou de 13 para 80 sacas por hectare na região, apenas aplicando as técnicas informadas.

Agora, o projeto se prepara para avançar aos estados de Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, levando estrutura e conhecimento à toda a região.

Iniciativa e perspectivas futuras para o programa

A iniciativa do projeto é da empresa Corteva Agriscience, em parceria com a Massey Fergusson (do grupo AGCO) e a Yara. Acima de tudo, o Ministério da Agricultura e a Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho) também integram o grupo organizador.

Na cerimônia de anúncio da expansão do programa, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, enfatizou que “o grande desafio do Ministério é chegar aos pequenos produtores e fazer essa transformação”.

De acordo com o presidente da Corteva, Roberto Hun, o projeto Prospera pode ajudar o Nordeste a se tornar autossuficiente em milho e até virar um grande exportador da commodity.

+ Guia completo para investimento em renda fixa

Isto porque, as empresas parceiras oferecerão treinamentos teóricos e práticos sobre o manejo correto da lavoura e demais práticas para elevar os padrões de qualidade do produto.

Da mesma forma, os parceiros oferecerão orientações para a melhor utilização de máquinas e implementos agrícolas para o produtor ter mais rentabilidade no campo. Por fim, as equipes técnicas fornecerão recomendação nutricional personalizada, a partir de análise de solo da região.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Nordeste terá autossuficiência na produção de milho com programa Prospera

Leia também:

Ações da Caixa Seguridade podem valorizar até 79%, segundo os analistas

Preços ao consumidor nos EUA avançam no maior ritmo desde 2008

Bolsa brasileira opera estável desviando dos ganhos de Wall Street; dólar sobe


Sobre o autor