EmpresasHome

Natura anuncia compra da Avon, cria nova empresa e passará a atuar em mais de 100 países

Por Eloiza Amaral
23 maio 2019 - 12:14

Na noite desta quarta feira (22), a Natura anunciou a compra da Avon em uma operação de troca de ações e cria a quarta maior empresa dedicada exclusivamente ao mercado de beleza do mundo, a Natura Holding. Com o negócio a Natura irá atuar em mais de 100 países.

A nova companhia já nasce avaliada em US$ 11 bilhões e o atuais acionistas da Natura serão detentores de 76% da nova companhia, sendo 45,1% para os atuais controladores da brasileira e 30,9% para seus minoritários, enquanto detentores da Avon terão os demais 24%.

Os papeis Natura Holding serão negociados na B3, a bolsa brasileira, e terão certificados de ações (ADRs) negociados na bolsa de valores de Nova York (NYSE). Os acionistas da Avon terão opção de receber ADRs negociados na NYSE ou ações listadas na B3.

Segundo a Natura, a transação ainda está “sujeita às condições finais habituais, incluindo a aprovação tanto pelos acionistas da Natura quanto da Avon, assim como das autoridades antitruste do Brasil e outras jurisdições”. O prazo estimado para o fim da operação é junho de 2020.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

O negócio, no entanto, não contempla a Natura as operações da Avon nos Estados Unidos, Canadá e Porto Rico, que foram vendidas em abril para a LG Household.

O faturamento anual da Avon é de US$ 10 bilhões, com 40 mil colaboradores e presença em 100 países. Desde o início, a Natura deixou claro que o seu maior interesse continua sendo o mercado brasileiro, e com isso a nova empresa irá dominar 16,6% do mercado nacional de higiene e beleza, ante 11,9%.

Em comunicado, a Natura informou que o grupo contará com um grupo com mais de 6,3 milhões de representantes e consultoras, com 3,2 mil lojas, com faturamento anual superior a US$ 10 bilhões e mais de 40 mil colaboradores.


Sobre o autor