Política

Ministro decide hoje sobre sigilo de vídeo da reunião ministerial

Por Bruna Santos
22 maio 2020 - 08:50 | Atualizado em 22 maio 2020 - 08:50
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ministro Celso de Mello decidirá até às 17h de hoje (22) sobre o sigilo do vídeo da reunião ministerial citado pelo ex-ministro Sérgio Moro, como prova do inquérito que investiga se o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

A expectativa pode elevar a temperatura política e substituir o alívio sentido pelo mercado com o apoio dos governadores ao veto do reajuste para servidores.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal O Estado de S. Paulo, Celso de Mello ficou incrédulo com o vídeo da reunião. Desse modo, os interlocutores afirmaram que a tendência é que o ministro levante o sigilo da íntegra, em nome do interesse público.

Além disso, a escalada da tensão entre China e EUA impacta os mercados e levanta dúvidas sobre o cumprimento do acordo comercial.

Por fim, leia mais sobre o inquérito do qual faz parte o vídeo da reunião ministerial:

Ibovespa desaba 7,23% após Moro confirmar sua demissão

Bolsonaro e Moro trocam farpas no Twitter após demissões

Renúncia de Sérgio Moro repercute no mundo; saiba quem deve substituí-lo

Depoimento à PF: Moro fala neste sábado sobre acusações contra Bolsonaro

Moro depôs por quase 9h à Polícia Federal

Moro abre mão de sigilo do inquérito e depoimento pode ser divulgado na íntegra

Renúncia de Moro pode dificultar entrada do Brasil na OCDE, diz organização

Defesa de Moro diz que vídeo da reunião ministerial confirma declarações do ex-ministro

Transcrição parcial de vídeo citado por Moro contradiz Bolsonaro; tensão aumenta

Agenda local tem novo ministro da Saúde, vídeo citado por Moro e Flávio Bolsonaro no radar

“Lamento que o fim da carreira de Moro tenha sido dessa forma”, diz Bolsonaro


Sobre o autor