HomePolítica

“Midterms” americanas

Por Levante Ideias de Investimentos
09 novembro 2018 - 12:52

Na manhã de quarta-feira (07) terminou a divulgação das eleições do meio do mandato presidencial americano, conhecida como “midterms”. Os americanos foram votar para renovar a Câmara, um terço do Senado e mais de 75 por cento dos governos estaduais. Pelos resultados, o Partido Democrata (oposição ao Governo Trump) conquistou a maioria na Câmara após 8 anos. Já no Senado, os republicanos ampliaram a maioria, além de terem evitado derrotas em Estados importantes do país. As eleições do meio de mandato são consideradas um termômetro para o atual governo presidencial. Nessa madrugada, Trump comemorou o resultado.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Como investir na bolsa de valores internacional de maneira segura

E Eu Com Isso?

O resultado mais esperado ocorreu, mas a “onda democrata” não veio com a intensidade prevista por alguns analistas. Em outras palavras, já era esperado que o presidente perdesse seu apoio na Câmara dos Representantes e o mantivesse no Senado. No entanto, a surpresa foi a ampliação das cadeiras na Câmara Alta e também a vitória em governos de Estados considerados essenciais para 2020 – ano em que ocorrerá a próxima eleição presidencial. A onda democrata, que buscou impulsionar candidaturas de mulheres e minorias contra Trump, conquistou seu espaço, mas não foi avassaladora. Trump, de olho em 2020, não sai ‘tão mal na fita’ e dará trabalho a quem quiser vencê-lo.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade


Sobre o autor