Ações

Mesmo na pandemia, Ibovespa fecha 2020 com valorização de 3%

Por Fast Trade
30 dezembro 2020 - 20:06 | Atualizado em 31 dezembro 2020 - 11:34

O Ibovespa encerrou em queda nesta quarta-feira (30), refletindo as nuances do cenário interno, mas fechou 2020 com uma valorização de 3%.

Mesmo com os desafios da pandemia, o mercado acionário brasileiro conseguiu se recuperar do “crash” do coronavírus registrado em março.

Depois de passar por seis circuits breaker e contabilizar um declínio de 29,9%, é um grande alívio para os investidores ver o Ibovespa no patamar.

Na sessão de hoje, o índice geral conseguiu renovar a máxima histórica intradia ao atingir a faixa de 120.149 mil pontos. Contudo, esse movimento de alta não se manteve devido a algumas notícias em âmbito interno.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

No radar, o pregão do Ministério da Saúde não conseguiu garantir o fornecimento de seringas e agulhas para iniciar o programa de vacinação.

Desse modo, após a realização do certame, o governo conseguiu adquirir apenas 2,4% do total de materiais necessários.

Além disso, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, decidiu prorrogar as medidas extraordinárias para enfrentar a pandemia.

Na justificava da decisão, o ministro não aborda questões de dispensa de licitação ou afasta as exigências de controle fiscal, mas apenas alega a falta de horizonte para a chegada da vacina e a expansão da doença no país.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Nos Estados Unidos, os investidores monitoravam as discussões no Senado pela aprovação do aumento do auxílio emergencial.

Isto porque, a pedido do presidente Donald Trump, o projeto foi modificado elevando de US$600 para US$2.000 o valor do benefício.

Entretanto, o líder dos republicanos na Casa legislativa, Mitch McConnell, barrou a proposta, impulsionando as Bolsas americanas.

Em Wall Street, o Dow Jones subiu 0,24%, o S&P 500 avançou 0,13% e o Nasdaq Composto saltou 0,15%.

Destaques Corporativos

Na B3, o destaque vai para as units da Sanepar (SAPR11), que recuaram 6,5% após a companhia anunciar um reajuste da tarifa de água e esgoto, que havia sido suspendido em função da pandemia.

Top 5 máximas do índice à vista: Cielo (CIEL3), Azul (AZUL4), PetroRio (PRIO3), CVC (CVCB3), Klabin (KLBN11).

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Top 5 mínimas do índice à vista: Usiminas (USIM5), Santander (SANB11), Via Varejo (VVAR3), CCR (CCRO3), CSN (CSNA3).

Como resultado, a Bolsa brasileira recuou 0,33% aos 119.017 pontos, com um volume financeiro de R$20,051 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Apesar da pandemia, Ibovespa fecha 2020 com valorização de 3%

Leia também:

Dólar fecha a R$5,18 e encerra 2020 com uma valorização de 29,33%

Petróleo estende alta após dados mostrarem queda nos estoques dos EUA

Incerteza da Economia recua em dezembro, mostra FGV


Sobre o autor