Mercados

Mercado sinaliza recuperação, mas tensão entre Rússia e Ucrânia segue no radar

Por TradersClub
18 fevereiro 2022 - 10:29 | Atualizado em 18 fevereiro 2022 - 12:42

Além do conflito no leste da Europa, o mercado global está de olho nas declarações dos dirigentes do Federal Reserve

Os ativos de risco mostram sinais de recuperação no mercado nesta sexta-feira, enquanto seguem atentos aos desdobramentos do conflito entre Rússia e Ucrânia e as declarações de diretores do Federal Reserve.

Perto das 09h30, os futuros dos índices Dow Jones, S&P500 e Nasdaq 100 operavam em alta de 0,4%, 0,5% e 0,7%, respectivamente, enquanto as bolsas europeias subiam em média 0,2%. Ásia fechou mista. O petróleo Brent cai por volta de 2% e volta para abaixo dos US$90, enquanto o ouro cai quase 0,5%, sugerindo maior apetite por risco.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Os investidores monitoram as falas de autoridades russas e americanas sobre o conflito com a Ucrânia, especialmente pela promessa de retirada de tropas russas de Belarus a partir de domingo. O governo russo confirmou que o presidente Vladimir Putin acompanhará o fim dos exercícios militares no fim de semana.

Quatro diretores do Fed participam de eventos públicos e podem dar pistas sobre uma possível alta de juros em março. Destaque para as falas do diretor do Fed de Nova York, John Williams, às 13h00, e Lael Brainard, indicada para vice-presidência do Fed, às 15h30. Todos em horário de Brasília. O feriado do Dia do Presidente na segunda-feira fechará as bolsas americanas e inspira cautela.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro sobrevoará pela manhã as regiões afetadas pelas chuvas em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Hoje também sairá uma pesquisa encomendada pela XP com intenções de votos para as eleições deste ano.

No âmbito corporativo, é dia de vencimento de opções sobre ações na B3, enquanto Neoenergia e Aeris realizam teleconferências de resultados. Cosan divulga os números trimestrais após o fechamento do mercado. Leia mais no Panorama Corporativo.

Bolsa

O futuro do Ibovespa deve abrir em alta, seguindo a recuperação dos índices globais. Perto das 09h40, o índice EWZ subia 0,88% no pré-mercado americano.

Câmbio e juros

O câmbio deve abrir com leve viés de queda, em linha com o movimento das demais divisas emergentes. Os juros devem seguir o câmbio.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!

Mercado sinaliza recuperação, mas tensão entre Rússia e Ucrânia segue no radar

Leia também:

Radar do Trader: momentos de tensão na fronteira da Ucrânia e viagem de Bolsonaro

Rumo registra prejuízo líquido de R$ 384 milhões no 4T21; safra de milho foi determinante

NeoEnergia registra lucro aos controladores de R$ 635 milhões no 4T21, recuo de 36%

 


Sobre o autor