EconomiaHome

Mercado revisa projeções e IFI prevê déficits primários por parte do governo federal até 2025

Por Pablo Vinicius Souza
16 maio 2019 - 10:15
ata dura

As revisões para baixo das previsões de expansão do PIB para 2019 tem afetado outros índices.

Segundo o Estadão, especialistas estimam que a economia vai crescer abaixo de 1% este ano, após a divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br).

Ademais, a Instituição Fiscal Independente (IFI), sinalizou que as projeções para os principais indicadores fiscais do país continuarão no vermelho por mais um tempo.

Segundo a instituição, o resultado primário vai demorar para voltar ao azul.

Além disso, a dívida bruta vai subir mais antes de começar a se estabilizar.

Isso coloca o governo em risco de descumprir o teto de gastos para 2022.

Esse é o dispositivo que impede o crescimento das despesas públicas para além da variação da inflação.

Leia mais:

Bolsas asiáticas fecham sem sinal único; tensão comercial traz instabilidade para índices

Rodrigo Maia afirma que reforma sai, ‘mesmo com governo atrapalhando’

Convocado, Weintraub fala no plenário da Câmara sobre contingenciamento na Educação

MPF pede que decreto de armas de Bolsonaro seja suspenso; derrota pode prejudicar governo

Ministério da Economia quer acabar com o monopólio do Banco do Brasil no crédito rural

Privatização da Eletrobras fica para 2020; Copel estuda adquirir usinas eólicas da estatal

Resultados corporativos: Caixa Seguridade e Marfrig reportam lucro no primeiro trimestre

Resultados corporativos: prejuízo da Lupatech sobe e da General Shopping cai no trimestre

Resultados corporativos: Light e Restoque saem de lucro para prejuízo no 1º trimestre

Economia desacelerada impacta resultados corporativos no trimestre; lucro diminui 6%


Sobre o autor