Mercados

Mercado de petróleo volta a subir, impulsionado pela queda nos estoques dos EUA

Por Fast Trade
02 dezembro 2020 - 18:46 | Atualizado em 02 dezembro 2020 - 19:19
Petróleo

Após duas quedas consecutivas, o mercado de petróleo voltou a registrar ganhos nesta quarta-feira (2). Os futuros da commodity energética refletiram a expectativa de que a Opep+ estenda os cortes da produção, bem como a queda dos estoques nos EUA.

Primeiramente, o WTI para janeiro avançou 1,63%, aos US$ 45,28 por barril, enquanto o Brent para fevereiro subiu 1,66%, a US$ 48,19 o barril.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Investidores aguardam decisão da Opep+ sobre produção de petróleo

A cúpula da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (Opep+) parecem ter avançado nos debates sobre a manutenção dos cortes na produção de petróleo, a fim de equilibrar a oferta e a demanda.

No entanto, ainda é cedo para dizer se isso se traduzirá em um acordo final, conforme destacaram os delegados ouvidos pela Bloomberg, que pediram anonimato.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Mercado de petróleo reage aos números dos estoques da commodity nos Estados Unidos

Os resultados dos estoques da commodity de energia dos Estados Unidos também refletiram nas cotações do mercado de petróleo.

Surpreendentemente, os barris totalizaram 488,042 milhões após queda de 679 mil barris na semana passada.

A informação é do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) do país. Em contrapartida, os analistas ouvidos pelo Wall Street Journal estimavam um declínio maior, de 1,9 milhão de barris no período.

Por outro lado, os estoques de gasolina avançaram 3,491 milhões de barris, totalizando 233,638 milhões de barris.

Assim como no caso dos estoques do petróleo, o resultado não ficou alinhado com as perspectivas de analistas do mercado de petróleo.

Nesse sentido, a projeção era de alta de 1,3 milhão de barris na semana do feriado de Ação de Graças. Do mesmo modo, os estoques de destilados aumentaram no período (+3,238 milhões de barris), findando a semana em 145,87 milhões de barris.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

De acordo com o Estadão Conteúdo, o mercado projetava um recuo de 400 mil barris. Já a taxa de utilização das refinarias contraiu de 78,7% para 78,2%, contrariando a previsão de alta para 79,5%.

Por fim, os estoques de petróleo em Cushing anotaram um recuo de 317 mil barris, a 59,575 milhões de barris, ao passo que sua produção média diária subiu de 11,0 milhões para 11,1 milhões de barris.

Continue acompanhando o portal Fast Trade e nossas redes sociais para ficar por dentro dos principais destaques relevantes para o investidor.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram para ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade. Basta acessar o link: https://t.me/plataformafasttrade.

Leia também:


Sobre o autor