Mercados

Mercado de petróleo sobe refletindo a queda nos estoques dos EUA

Por Fast Trade
29 julho 2020 - 17:24 | Atualizado em 29 julho 2020 - 18:25
reunião da Opep+

Os futuros do mercado de petróleo subiram durante a sessão desta quarta-feira (29), impulsionados pela queda nos estoques semanais dos EUA. De acordo com os números apresentados pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), essa foi a queda mais forte registrada em 2020.

Baixe agora: Tudo o que você precisa saber sobre análise técnica de ações e futuros

Além disso, a commodity reagiu à decisão do Federal Reserve, que ressaltou o compromisso do Banco Central em apoiar a economia local durante a recuperação.

Portanto, os futuros do WTI para setembro encerraram o pregão cotados a US$ 41,27 por barril, após uma valorização de 0,56%. Desse modo, a referência reverteu a queda de 0,43% apurada no pregão anterior na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex)

Por outro lado, os futuros do Brent recuperaram parte do recuo da véspera, quando anotou perdas de 1,34%, pressionados pelos riscos sobre a demanda. Hoje, a referência com entrega para setembro terminou o dia cotada a US$ 43,75 por barril, após alta de 1,22% na ICE, em Londres.

Baixe agora: Guia completo para obter sucesso nos investimentos na Bolsa

Estoques nos EUA impulsiona mercado de petróleo

Os dados do Departamento de Energia dos Estados Unidos mostraram que os estoques locais recuaram 10,611 milhões de barris na semana encerrada do dia 24, totalizando 525,969 milhões.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader

Esse resultado supera as expectativas de analistas consultados pelo Wall Street Journal. O consenso do mercado financeiro sugeria queda de 600 mil barris no período.

Em contrapartida, os estoques no centro de distribuição localizado em Cushing, Oklahoma, subiram em 1,3 milhão na semana passada.

Baixe agora: Estratégia Long e Short – Saiba como operar

Embora o DoE tenha revelado a queda significativa nos estoques da commodity, o que ajudou a dar tração para o mercado de petróleo no pregão, houve alta de 654 mil de barris nos estoques de gasolina, que chegaram a 247,387 milhões.

O número contraria as estimativas de declínio (1,4 milhão de barris) e impõe limite aos ganhos para as commodities energéticas, destacou o Valor Econômico.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Por sua vez, os estoques de destilados (incluindo diesel e óleo para calefação) aumentaram 503 mil barris, superando em 3 mil a projeção do mercado.

Para Tariq Zahir, membro gerente da Tyche Capital Advisors ao MarketWatch, o aumento nos estoques de gasolina revela que a demanda não está subindo em um ritmo anormal para esta época do ano. Ele ainda destacou que como muitas pessoas seguem trabalhando em home office, isso manterá a demanda baixa por petróleo no curto prazo.

Baixe gratuitamente: Guia completo de como ter sucesso nas operações de Day Trade

Quer ficar informado de tudo o que acontece no mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade


Sobre o autor