Mercados

Mercado de petróleo contrai após Opep ampliar previsão de queda na demanda global

Por Fast Trade
14 setembro 2020 - 17:26 | Atualizado em 14 setembro 2020 - 17:54

O mercado de petróleo fechou em queda nesta segunda-feira (14), após a estimativa pessimista da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) sobre a demanda.

Além disso, os operadores da commodity reagiram às notícias de aumento da produção na Líbia.

O West Texas Intermediate (WTI) para outubro, por exemplo, declinou 0,18% e encerrou o pregão cotado a US$ 37,26 por barril na Nymex. Já o Brent para novembro recuou 0,55% e, portanto, fechou a US$ 39,61 por barril, em Londres.

Ambas as referências despencaram quase 6% no acumulado da semana passada, pressionadas principalmente pelos receios por uma fraca demanda, marcando a segunda queda semanal consecutiva.

Baixe agora: Guia completo para obter sucesso nos investimentos na Bolsa

Hoje, o principal catalisador da baixa foi a revisão para baixo da Opep no que diz respeito à demanda global pela commodity em 2020.

O relatório mensal divulgado hoje pela entidade que reúne os maiores produtores da commodity previu ainda que a recuperação em 2021 será mais lenta.

Expectativa é que o consumo geral em 2020 recue 9,5 milhões de bpd, 400 mil bpd de diferença ante o mês passado (9,1 milhões bpd). Com isso, a média de bpd em 2020 deve ser de 90,2 milhões, de acordo com a organização. Já no ano que vem, previsão é de expansão de 6,6 milhões de bpd, para uma média de 96,9 milhões de barris por dia.

Assim como no caso do consumo geral, a nova projeção representa uma queda de aproximadamente 400 mil frente a avaliação do documento de agosto. Do mesmo modo, a estimativa de demanda de petróleo pela OCDE Américas no segundo semestre de 2020 foi revisada para baixo.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

2021

Outro fator preocupante para a recuperação da demanda até mesmo no próximo ano é a pandemia do coronavírus que ainda não passou.

Ademais, novos casos de infecção continuam crescendo, portanto, os riscos permanecem elevados e inclinados para o lado negativo, conforme destacou a Opep.

Líbia e o mercado de petróleo

“[Khalifa] Haftar da Líbia parece estar disposto a finalmente resolver o bloqueio à máquina de petróleo do país”, disse Bjornar Tonhaugen da Rystad Energy.

“Se a produção da Líbia voltar a funcionar em breve, estaremos falando de cerca de 1 milhão de barris por dia ou mais”, completou.

As perdas do mercado de petróleo foram amenizadas, contudo, pela desvalorização do dólar, o que barateia a commodity para investidores em moeda estrangeira.

Baixa gratuitamente o relatório especial sobre os Fundos Imobiliários

E se você quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mercado financeiro, basta participar do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade. É gratuíto!


Sobre o autor