Mercados

Mercado de capitais registra mais de R$ 300 bi em emissões no ano

Por Fast Trade
09 dezembro 2020 - 17:00 | Atualizado em 09 dezembro 2020 - 19:24
O dia em mercados internacionais é misto

As emissões das empresas brasileiras no mercado de capitais totalizaram R$ 305 bilhões entre janeiro e novembro. O saldo, de acordo com a ANBIMA, já supera os resultados totais de 2017, mas também de 2018.

Em contrapartida, o montante do acumulado de 2020 ficou 19,8% abaixo do mesmo período do ano passado. Assim também, houve um declínio de 34,9% entre as emissões computadas em novembro (R$ 25,8 bilhões) em relação a outubro.

Por outro lado, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais sinalizou que o montante ainda pode subir.

Conforme mostra o boletim mensal da associação, há ofertas registradas (em andamento) com volumes esperados de R$ 11,4 bilhões. Além disso, há ofertas registradas de R$ 6,4 bilhões que estão em análise.

Nesse sentido, não foi levado em consideração as ofertas de ações e, portanto, as emissões no mercado de capitais podem aumentar.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Mercado de capitais em novembro

Embora a economia global tenha sofrido com a pandemia de covid-19 – que ainda impacta diversos segmentos, o mercado de renda variável continuou aquecido.

A avaliação é de José Eduardo Laloni, o vice-presidente da ANBIMA, responsável pelo levantamento sobre o mercado de capitais.

Em primeiro lugar, ele enalteceu o desempenho dos follow-ons. Em segundo lugar, ele pontuou a retomada dos IPOs, a partir do segundo semestre.

Assim sendo, as captações por instrumentos de renda variável somaram R$ 6,7 bilhões em novembro.

Primeiramente, as ofertas iniciais (IPOs) acumularam R$ 6,1 bilhões, ante os R$ 10 bilhões captados em outubro.

Em segundo lugar, as ofertas subsequentes (os follow-ons) totalizaram R$ 598 milhões (contra R$ 13,3 bilhões na mesma base de comparação).

Sob o mesmo ponto de vista, as ofertas de ações totalizaram R$ 99,3 bilhões no ano.

Este é o maior volume apurado desde 2010, quando a Petrobras (PETR3; PETR4) realizou uma emissão de R$ 120,2 bilhões.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Debêntures

De acordo com Laloni, “as emissões de debêntures refletem, em alguma medida, o ambiente de incertezas do cenário econômico”.

A avaliação reflete o fato de que as debêntures captaram apenas R$ 8,7 bilhões em novembro, ou seja, -15,4% na comparação com outubro.

Do mesmo modo, o saldo do acumulado do ano (R$ 93,5 bilhões) é inferior aos R$ 166,8 bilhões de igual período do ano passado.

Por fim, confira aqui os resultados completos no Boletim de Mercado de Capitais.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Ademais, quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor