HomePolítica

Mercado de capitais ganha novo incentivo do Governo

Por Pablo Vinicius Souza
04 junho 2019 - 10:41
Presidente do Banco Central - Economia
Presidente do Banco Central

Recentemente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que o governo Bolsonaro não possui “uma agenda para o Brasil”.

Segundo ele, todos os esforços da gestão atual se voltam para a reforma da Previdência.

Em resposta, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo de Barros, disse ontem (3) que o presidente Jair Bolsonaro acredita que seu governo possui um planejamento “bem definido” quanto a pautas econômicas.

Além disso, o governo federal lançou na última segunda-feira (3), a Iniciativa Mercado de Capitais (IMK), com a finalidade de avaliar e propor medidas para desenvolver o mercado de capitais, de seguros e de previdência privada.

De acordo com a Agência Brasil, o grupo gestor é composto pelo Ministério da Economia, BC, Comissão de Valores Imobiliários (CVM) e pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Em lançamento na capital paulista, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destacou que a iniciativa estará aliada ao crescimento econômico, baseada no livre mercado.

“[A] saída do público e a entrada do privado abre espaço para que a modernização dos instrumentos de mercado gere efeitos multiplicadores, ampliando ainda mais a disponibilidade de fundo para nossos empreendedores”, disse.

Ademais, seis medidas de curto prazo foram definidas e devem ser anunciadas em até quatro meses.

Entre elas estão o aperfeiçoamento legal de produtos de crédito com garantias em imóveis; expansão da base de dados de informações de crédito e criação de indicadores de capitalização de mercado; aperfeiçoamento dos mecanismos de oferta de hedge cambial pelo mercado financeiro; permissão para a emissão de dívida local em moeda estrangeira por companhias não-financeiras e regulamentação da nota comercial, título corporativo semelhante à nota promissória.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta terça-feira

A poucas horas de caducar, Senado aprova MP do pente-fino do INSS

Rodrigo Maia vai tentar votar reforma da Previdência até julho

Prazo de votação de MPs será discutido entre Câmara e Senado

Governo recebe aval para crédito extra de R$ 248,9 bi

BNDES reabre contratação de crédito para investimentos


Sobre o autor