Empresas

Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3) registram forte crescimento no 3T20

Por Fast Trade
12 novembro 2020 - 08:43 | Atualizado em 12 novembro 2020 - 11:56

Na pandemia, o setor de frigoríficos passou por uma forte expansão, impulsionando os resultados das companhias Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3).

Tanto o contexto internacional, quanto os principais indicadores de desempenho no terceiro trimestre mostraram o potencial do setor e a atuação competitiva das empresas brasileiras.

A seguir, um breve resumo dos resultados corporativos!

Lucro da Marfrig (MRFG3) cresce mais de 6 vezes no 3T20 para R$673,6 milhões

A Marfrig reportou um lucro líquido de R$673,6 milhões no terceiro trimestre, registrando um crescimento superior a seis vezes em relação ao mesmo período em 2019.

Da mesma forma, a receita líquida avançou para R$16,8 bilhões, o que equivale a um salto de 32% na comparação anual.

A receita em dólar representa cerca de 89% do faturamento total da companhia, que foi muito beneficiada pela valorização da divisa americana.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Nesse sentido, o ritmo acelerado nas exportações de carne bovina e a rentabilidade acima da média histórica na indústria de frigoríficos foram fatores decisivos neste resultado.

O lucro antes dos juros, depreciação e amortização (Ebitda) aumentou 47% para R$2,2 bilhões e a margem Ebitda ajustada saltou 1,2%, passando para 13%.

Durante uma entrevista ao Valor, o CEO na National Beef, a operação americana do grupo Marfrig, disse que as perspectivas para o negócio são positivas.

Além disso, ele destacou que o ciclo da pecuária nos EUA continua favorável e com oferta confortável de gado até, pelo menos, final de 2021.

JBS (JBSS3) tem lucro de R$3,1 bilhões no 3T20 e planeja listagem de ações nos EUA

A JBS reportou o maior faturamento trimestral de sua história, totalizando R$3,1 bilhões, com um salto de nove vezes o valor contabilizado no mesmo período do ano passado.

Desse modo, o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado totalizou R$7,9 bilhões no trimestre, com um aumento de 35% em relação a 2019.

Ao mesmo tempo, a margem Ebitda alcançou 11,4% de julho a setembro, demonstrando a evolução dos níveis de rentabilidade.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Segundo o CEO da companhia, Gilberto Tomazoni, os esforços do grupo para reduzir as despesas com juros tem se materializado em melhores resultados.

Em quase um ano, a dívida líquida reduziu para US$1,7 bilhão, chegando a US$9,1 bilhões em 30 de setembro deste ano.

Da mesma forma, as despesas financeiras recuaram US$13,1 milhões na comparação anual, o que reduziu o índice de alavancagem para 1,6 vez.

Assim, Tomazoni avaliou que, diante de uma situação tão confortável, a JBS pode remunerar os acionistas, fazer investimentos orgânicos e prospectar aquisições com tranquilidade.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3) registram forte crescimento no 3T20

Leia também:

Ibovespa cai 0,25% com correção e turbulência política

Dólar fecha a R$5,41 com temores sobre a disciplina fiscal


Sobre o autor