EmpresasHome

Marcopolo fecha 2019 com lucro de R$201,4 milhões, apesar da leve queda no 4º tri

Por Pablo Vinicius Souza
27 fevereiro 2020 - 12:28

A Marcopolo (POMO4) divulgou os resultados corporativos de 2019, evidenciando um lucro líquido de R$201,4 milhões, o que representa um avanço de 8% em comparação ao ano passado.

Na avaliação da companhia, a produção brasileira de ônibus subiu 9,5% no último exercício, alcançando o total de 25.469 unidades, ao mesmo tempo em que a demanda do mercado interno cresceu 20,8%.

O fato acabou compensando a queda de 14,6% nas exportações, embora, os níveis de demanda ainda tenham se mostrado inconstantes, refletindo a fraqueza da recuperação econômica.

Além disso, a ausência de novas licitações do programa do governo federal Caminho da Escola influenciou negativamente o resultado anual, sobretudo, no que tange ao desempenho dos segmentos de ônibus micros e volares.

No quarto trimestre, o lucro líquido da empresa declinou 2% em comparação ao mesmo período do ano anterior, totalizando R$68,5 milhões.

A receita contabilizada de outubro a dezembro também caiu, ficando 4% menor na avaliação anual, alcançando o montante de R$1,19 bilhão.

Porém, no resultado consolidado de 2019, houve um crescimento na receita em 2,8%, totalizando R$4,31 bilhões.

Segundo o relatório anexado às demonstrações, as vendas no varejo, com a renovação da frota em São Paulo, compensaram a queda na demanda por ônibus rodoviários.

A Marcopolo também informou que a sua unidade na China ainda está em processo de avaliação do impacto que o coronavírus trará ao negócio em 2020.

Ainda assim, as projeções da companhia são positivas no cenário internacional, com suas controladas obtendo maior participação em mercados como o mexicano e o colombiano, onde detém maior força.

No final do ano passado, a fabricante de ônibus registrou um Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de R$338 milhões, o equivale e um recuo de 6,65% em relação a 2018.


Sobre o autor