EmpresasHome

Lucro líquido da Alpargatas sobe 97,9% no 4º trimestre, mas cai 8,5% em 2018 

Por Pablo Vinicius Souza
16 fevereiro 2019 - 11:30
Sob o alerta de Pandemia, Ibovespa desaba e sofre 2º circuit breaker da semana

A Alpargatas reportou, ao final do pregão de ontem (15), seus resultados financeiros referente ao quarto trimestre de 2018 e acumulado do ano.

O lucro líquido anual da indústria brasileira ficou em R$ 331,5 milhões, indicando um recuo de 8,5% ante ao ano anterior, enquanto sua receita líquida cresceu 4,9% no mesmo período, fechando 2018 em R$ 3,90 bilhões.

Seu lucro bruto totalizou R$ 1,71 bilhão (alta de 4,5%), mas a margem bruta de lucro recuou 0,2 ponto percentual, fechando o ano em 43,9%.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

O Ebitda, também conhecido como lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização avançou 16,1% no acumulado dos doze meses, para R$ 564,7 milhões.

De acordo com o release da Alpargatas, o resultado foi influenciado pelos ganhos com variação cambial nas exportações para o Hemisfério Norte, bem como o maior controle das despesas.

O grande destaque do ano foram os últimos três meses, quando a detentora de grandes marcas como Havaianas, Osklen, Mizuno e outras reportou alta de 97,9% em seu lucro líquido que totalizou R$ 92,4 milhões, com margem líquida de 7,7%.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

O documento oficial disponibilizado pela Alpargatas associa o resultado ao crescimento de vendas em território brasileiro e no mercado internacional, mas também variação cambial – que afetou também positivamente os resultados no acumulado do ano.

Em receita, o quarto trimestre apontou um crescimento de 8,75% ante aos últimos três meses de 2017, somando R$ 1,2 bilhão.

O Brasil avançou 12,9% (R$ 944,9 milhões), enquanto o mercado internacional cresceu 29,3% na receita líquida, totalizando R$ 136,9 milhões. O release aponta que a apreciação do dólar e do euro frente ao real afetaram os índices, bem como o aumento no volume de vendas (10,3%). Na Argentina, contudo, as vendas caíram (26,7%), influenciadas pela desvalorização do peso argentino.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

No período, o Ebitda avançou 117,9% (R$ 123,6 milhões).

Antes de divulgar os seus resultados, a Alpargatas viveu um dia de forte desvalorização na bolsa, fechando o pregão com queda de 2,28%. Seus papéis eram negociados a R$ 19,30.

Na próxima segunda-feira (18) a empresa celebrará sua teleconferência de resultados, às 9h no horário de Brasília, para comentar os índices apontados em seu documento oficial.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Você pode conferir o press release e as demonstrações financeiras clicando aqui.

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso


Sobre o autor