EconomiaHome

Lucro do fundo do FGTS será repartido integralmente entre os trabalhadores

Por Eloiza Amaral
24 julho 2019 - 14:27

A fim de movimentar a economia e compensar os trabalhadores pelo limite de R$ 500 imposto para saques do FGTS, o governo deve anunciar que o lucro do fundo será repartido integralmente entre os trabalhadores, informou o jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta feira (24).

A apuração do jornal constatou que em 2018 o fundo do FGTS foi de R$ 9,5 bilhões. Atualmente, a lei determina que apenas a metade do valor seja dividido com os trabalhadores.

‘’No ano passado, a distribuição de resultados do FGTS de 2017 elevou a rentabilidade das contas do fundo de 3,8% ao ano (3% + TR) para 5,59% ao ano. Foram distribuídos R$ 6,23 bilhões (metade do lucro de R$ 12,46 bilhões) para 90,7 milhões de trabalhadores. Na média, o lucro representou R$ 38 por conta, mas o valor foi proporcional ao saldo de cada cotista’’, afirmou o jornal.

Recentemente, o governo anunciou que os saques estarão disponíveis para o trabalhador anualmente, só que quem optar por esta modalidade terá que abrir mão de resgatar os recursos do fundo em caso de demissão sem justa causa.

O governo vai dar um prazo de 25 meses para que quem se arrepender da escolha do saque anual volte ao modelo atual.

Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, a medida tem o potencial de injetar R$ 30 bilhões na economia ainda em 2019 e outros R$ 12 bilhões no ano que vem.


Sobre o autor