EmpresasHome

Lucro da Telefônica bate a marca de R$ 1,3 bilhão após avanço de 22,2%

Por Eloiza Amaral
09 maio 2019 - 11:49
ações da Telefônica Brasil VIVT3

Em seu balanço operacional do primeiro trimestre, divulgado nesta quinta-feira (9), a Telefônica Brasil informou que teve um lucro líquido de R$ 1,342 bilhão, que cresceu 22,2% na comparação anual.

Segundo a Telefônica, o controle de custos e aumento de 14,9% no Ebitda (lucro, antes de juros, impostos, depreciação e amortização) para R$ 4,3 bilhões, com a margem crescendo em 4,6 pontos percentuais (p.p.), para 39,7%, e menores despesas operacionais.

A empresa encerrou o período com uma dívida bruta de R$ 5,892 milhões, excluindo o reconhecimento de passivos decorrentes de arrendamentos, como torres e seus terrenos, circuitos, escritórios, lojas, e imóveis comerciais.  A redução da dívida bruta deve-se à liquidação de empréstimos e financiamentos.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

A receita operacional líquida da companhia cresceu 1,7%, indo de R$ 10,7 bilhões para R$ 10,9 bilhões.

Para os custos operacionais, excluindo os efeitos do IFRS 16, o avanço foi de 1,1% ao ano a R$ 7 bilhões, por conta de maiores gastos com a venda de aparelhos, que, pelo menos, foram compensadas, em partes, pelas iniciativas de simplificação, eficiência e digitalização.

Em relação às despesas financeiras líquidas, a queda foi de 48,1%, fazendo o valor chegar a R$ 90 milhões. Isso se deve ao menor endividamento líquido, redução nas taxas de juros e menores despesas de atualizações monetárias, efeitos adicionados à atualização financeira do crédito extraordinário gerado em 2018 referente às decisões judiciais sobre a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins.

Cerca de 11h50 as ações da Telefônica (VIVT4) estavam sendo negociadas com queda de 0,96% e valor de compra por papel de R$45,30.

 


Sobre o autor