Empresas

Lucro da Neoenergia (NEOE3) dispara 75% e chega a R$ 1 bilhão no 1º trimestre

Por Fast Trade
07 maio 2021 - 10:00 | Atualizado em 07 maio 2021 - 12:07
Neoenergia (NEOE3)

O grupo Neoenergia (NEOE3) registrou lucro líquido de R$ 1 bilhão no primeiro trimestre, +75% ante o mesmo período do ano passado.

De acordo com a elétrica, controlada pela espanhola Iberdrola, sua receita operacional líquida cresceu 27%, para R$ 8,58 bilhões.

Assim também, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa subiu 50%, para R$ 2,3 bilhões.

Atuante nos segmentos de distribuição, transmissão, geração e comercialização de energia, a Neoenergia destacou em seu relatório de resultados o início da operação da Neoenergia Distribuição Brasília.

Como resultado, o grupo alcançou 15,5 milhões de clientes nos três primeiros meses deste ano (+9,6% frente ao 1T20).

+ Guia Completo de como ter sucesso no Day Trade

Já o volume de energia injetada pela empresa foi de 18.508 gigawatts hora (GWh), aumento de 6,2% na mesma base de comparação.

No total, a Neoenergia investiu R$ 1,8 bilhão no primeiro trimestre, cifra que representa uma alta de 89% ante o mesmo período de 2020.

Conforme o relatório divulgado, R$ 416 milhões foram direcionados para energia renovável, “um dos principais caminhos que a empresa acredita ser promissor para o futuro”.

“Mantivemos o nosso comprometimento e cumprimos o CAPEX também previsto para o período, seguindo os investimentos alinhados ao nosso plano de negócios”, garantiu em nota o presidente da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle.

“O que representa, sem dúvida, um grande esforço em tempos de muitos desafios”, completou ele.

Em relação às despesas operacionais, a Companhia indicou a cifra de R$ 801 milhões no 1T21.

Por fim, acesse o relatório divulgado pela Neoenergia e confira outros destaques financeiros e operacionais na íntegra e continue acompanhando o portal Fast Trade.

Antes de mais nada, leia outros destaques além do da Neoenergia:

Banco do Brasil (BBAS3) lucra R$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre (+44,7% A/A)

Azul (AZUL4) amarga prejuízo líquido de R$ 2,6 bilhões no primeiro trimestre

Lucro da Ambev soma R$2,73 bilhões no 1T21, alta de 125,7%

BR Properties (BRPR3) lucra R$ 13,4 milhões no 1º trimestre

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor