EmpresasHome

Lucro da Lojas Renner cresce 45% e atinge R$161,6 milhões no primeiro trimestre

Por Eloiza Amaral
26 abril 2019 - 11:17
Lojas Renner SulAmérica

Em seu balanço operacional divulgado na última quinta feira (25), após o fechamento do mercado, a Lojas Renner informou que fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$161,6 milhões, um avanço de 45% sobre o apurado no ano passado. O resultado já leva em consideração normas contábeis internacionais.

Manual do Imposto de Renda para Investidores

Segundo a companhia, o montante se deve, principalmente, à um bom ritmo de vendas, com assertividade na transição da coleção outono-inverno, maior fluxo de clientes nas lojas e desempenho satisfatório na execução das operações. Outro fator que favoreceu o resultado foi o ganho com recuperação de créditos fiscais de R$29,4 milhões.

Sobre a receita líquida, o ganho foi de 16,2% a R$1,89 bilhão. Para o varejo, a receita aumentou para R$ 1,65 bilhão, com crescimento de 18%.

As mesmas lojas avançou 12,7%, e enquanto a receita subiu o custos operacionais foram reduzidos em 4,6% e, com isso, a margem líquida cresceu 1,8 ponto percentual, para 9,8%.

“Abril está evoluindo conforme o esperado e temos pela frente eventos importantes para o varejo como Dia das Mães e Dia dos Namorados”, disse à Reuters o diretor financeiro e de relações com investidores, Laurence Gomes.

Já em relação ao lucro bruto da operação de varejo da Renner, foi observada alavancagem de 16% no primeiro trimestre, para R$911,9 milhões, comparado entre janeiro e março de 2018. A margem bruta da operação de varejo encolheu 0,9 ponto percentual, para 57,4%.

E-book: Guia Completo e Definitivo da Previdência Privada 

O lucro ajustado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) atingiu R$316,3 milhões, com aumento de 26,8% na comparação anual, e o Ebitda ajustado da operação de varejo cresceu 49%, para R$ 218,6 milhões.

Por volta de 11h20, as ações da companhia (LREN3) estavam sendo negociadas no Ibovespa com alta de 1,42% e valor de compra por papel de R$46,50.

 


Sobre o autor