AçõesHome

Legacy prevê ano promissor ao Brasil e disparada da Bolsa a 120 mil pontos

Por Bruna Santos
29 janeiro 2019 - 08:27

A Legacy Capital Gestão de Recursos, que atualmente gerencia quase R$2 bilhões em ativos, está superando seus pares concorrentes após apostar na ascensão bem-sucedida de Jair Bolsonaro à Presidência da República. Criada por ex-diretores do Santander no início do ano passado, a gestora prevê que 2019 será um ano muito promissor na área de investimentos do Brasil, caso a economia global não interfira contra as expectativas.

“Seguimos com uma visão otimista de Brasil e vamos continuar surfando nesse sentido” – afirmou Felipe Guerra, sócio-fundador e diretor de investimentos da Legacy. O executivo asseverou que é importante conduzir os negócios em sintonia com o cenário externo para que os preços dos ativos brasileiros valorizem e sejam competitivos com os demais mercados.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Segundo cálculos da Bloomberg, o principal fundo da Legacy, Capital Master FIM, teve um retorno total de 10% no último semestre, ficando 7 pontos percentuais acima da taxa de DI e em um patamar muito superior à taxa de retorno médio da indústria, que foi de 4,7%, quando comparados cerca de 144 fundos com um perfil semelhante.

Guerra ressaltou que o principal objetivo da gestora atualmente é atingir a marca de R$3,5 bilhões sob gestão para fechar o fundo e futuramente operar com até R$10 bilhões.

Gustavo Pessoa, responsável pela mesa proprietária de renda fixa da empresa, destacou que uma das estratégias utilizadas para rentabilizar o dinheiro é deixá-lo aplicado na NTN-B com vencimentos mais longos, devido ao cenário de queda de juros. Ele reitera que as ações da Legacy estão compradas no mercado local e que todas as projeções indicam que o Ibovespa deverá atingir os 120 mil pontos com o avanço da agenda de reformas do governo Bolsonaro e das medidas econômicas pró-mercado aplicadas por Paulo Guedes.

7 passos para suas finanças ficarem no azul

 


Sobre o autor