EmpresasHome

JBS, NotreDame e privatização da Sabesp: confira os destaques corporativos

Por Bruna Santos
13 janeiro 2020 - 09:45

A J&F, holding pertencente aos irmãos Wesley e Joesley Batista e controladora de pouco mais que 40% da JBS (JBSS3), vendeu o equivalente a R$ 51 milhões em ações ordinárias (ON, com direito a voto em assembleia de acionistas) da empresa de carnes no mês de dezembro e marca o início dos destaques corporativos desta semana.

Essa operação, que aparece em formulário enviado pela empresa à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), aconteceu em seis dias diferentes.

Entre 2 e 9 dezembro, o grupo controlador vendeu de 300 mil ações a 350 mil ações em cada operação.

Mediado pelo Bradesco, os papéis foram negociados entre R$ 26,57 e R$ 28,31, segundo informou o Valor Econômico.

Desse modo, os controladores da JBS reduziram o seu número das ações de 1,087 bilhão de papéis para 1,085 bilhão.

Outra notícia entre os destaques corporativos que pode repercutir nesta segunda-feira (13) é o resgate antecipado de R$ R$ 932 milhões em debêntures da subsidiária da NotreDame (GNDI3), a BCBF Participações S.A.

Em comunicado enviado ao mercado na última sexta-feira (10), a companhia informou que os papéis resgatados são da 3º emissão.

De acordo com a publicação, o valor nominal de R$ 1 mil, e vencem no dia 10 de janeiro de 2023.

Por fim, os analistas do mercado continuam apostando na privatização da Sabesp (SBSP3). Recentemente, o Itaú BBA cortou os papéis da Petrobras (PETR4) da sua lista de 5 prediletas na B3 com o propósito de acomodar os ativos da empresa de saneamento do estado de São Paulo.

Especula-se que a ação da Sabesp poderia ir a um nível entre R$ 70 e R$ 92 com a privatização.

Ademais, lembrou o Itaú, o projeto de lei do saneamento básico (PL 4162/19), deve avançar no Senado agora no 1T20.


Sobre o autor