Ações

Itaú BBA recomenda a compra da ação da B3 como alternativa ao setor de varejo

Por Fast Trade
08 fevereiro 2022 - 15:02 | Atualizado em 08 fevereiro 2022 - 15:50
empresas de capital aberto

Em um relatório a investidores, o Itaú BBA recomendou a compra da ação da B3 (B3SA3), como estratégia defensiva à intensa volatilidade deste ano. Isto porque, há muitas variáveis internas e externas que podem gerar turbulências e a resiliência do papel pode servir como proteção.

Da mesma forma, os analistas do banco acreditam que este ativo pode servir como uma excelente alternativa ao setor de varejo, que vem sendo bastante penalizado. Características como a qualidade da performance, o preço descontado e a tendência de crescimento são ideais para quem busca oportunidades no médio prazo, conforme a análise da equipe.

+ Calendário do Trader 2022: Baixe agora!

O Itaú BBA destacou que uma boa alocação pode maximizar os ganhos através de um fluxo comprado por parte dos investidores estrangeiros, que buscam boas alternativas para fugir das adversidades. Nesse sentido, a crise entre a Rússia e a Ucrânia e o aumento na taxa de juros dos EUA são fatores que causam a migração dos recursos.

Com o mercado brasileiro descontado e com boas perspectivas, o banco acredita que a tendência é continuar entrando grande volume de capital no país.

“A posição de caixa massiva da B3 tende a acelerar os resultados da empresa em um ambiente de taxa de juros elevada. Se tivermos o mês de fevereiro replicando o fluxo de entrada de estrangeiros que tivemos em janeiro, acreditamos que a B3 deve ser um dos papéis que vão novamente estar na mira do gringo” – disse o analista Victor Natal.

Reposicionamento da carteira e recomendação do Itaú BBA

O Itaú BBA decidiu adotar os papéis da B3 em substituição às ações da Vivara, mesmo que a empresa continue sendo a preferida do banco. Isto porque, apesar do potencial de consolidação no mercado, os analistas preferem não elevar a exposição ao setor de varejo.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Lembrando que a B3 foi criada em março de 2017. A empresa surgiu da combinação de atividades entre a BM&F Bovespa, a Bolsa de valores, mercadorias e futuros com a CETIP. No relatório, o banco fez a recomendação de compra para as ações da B3, com preço-alvo de R$ 17 o papel para o final de 2022.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Itaú BBA recomenda a compra da ação da B3 como alternativa ao setor de varejo

Leia também:

BR Malls e Ancar retomam as discussões sobre a fusão parcial de ativos

Ibovespa tem tendência de alta com exterior ameno

Bitcoin chega a tocar os US$ 45 mil: Panorama Cripto


Sobre o autor