Mercados

Investimentos dos estrangeiros na B3 foram recorde para novembro (R$ 33,3 bilhões)

Por Fast Trade
02 dezembro 2020 - 17:00 | Atualizado em 02 dezembro 2020 - 18:46
Bolsa de Valores B3

Os investimentos dos gringos na B3 (B3SA3) somaram R$ 33,32 bilhões (líquidos) em novembro. Esse saldo veio como resultado dos R$ 352,56 bilhões em compras e de R$ 319,23 bilhões em vendas.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Assim sendo, esta foi a maior entrada de recursos desde o início da série histórica do Valor Data, em janeiro de 1996. Além disso, o resultado interrompeu uma série quase que consecutiva de saída dos investimentos estrangeiros na Bolsa de Valores.

Só para exemplificar, apenas três meses anotaram um saldo positivo no decorrer de 2020 (junho, outubro e novembro). Somente no dia 30, os investimentos do estrangeiro somaram R$ 650,5 milhões, conforme mostra o último dado disponibilizado pela B3.

Em contrapartida, o saldo é negativo no acumulado do ano (R$ 51,56 bilhões), de acordo com o Valor Econômico.

Por outro lado, esse fluxo negativo declina para R$ 31,95 bilhões quando considerado o mercado primário (IPOs e follow-ons). Nesse sentido, os investidores estrangeiros registraram uma entrada de R$ 19,61 bilhões até setembro.

Investimentos locais

Na contramão do estrangeiro, o investidor pessoa física sacou R$ 9,09 bilhões da Bolsa de Valores em novembro. Assim como relatado para os investimentos estrangeiros, o investidor pessoa física apurou um bom resultado no dia 30 do penúltimo mês do ano.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Desse modo, a B3 computou uma entrada líquida de R$ 1,18 bilhão, segundo o Valor, de tal forma que elevou o saldo positivo do ano em R$ 54,87 bilhões.

Sob o mesmo ponto de vista, o investidor institucional acumula um fluxo negativo de R$ 19,26 em novembro deste ano. No dia 30, foram registradas retiradas de R$ 1,11 bilhão. Ainda assim, o fluxo de 2020 está positivo em R$ 1,90 bilhão.

Por fim, vale relembrar que o Ibovespa findou o pregão do dia 30 de novembro com queda de 1,52%. Aos 108.893 pontos, o índice viveu um dia de ajuste após forte alta no mês, mas também alinhado com correção também vista no exterior.

Apesar do recuo, o Ibovespa subiu forte  em novembro (+15,89%) e registrou o melhor desempenho mensal desde março de 2016, quando avançou 16,97%

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Leia também: Investimento cresce 16,3% no terceiro trimestre, diz Ipea


Sobre o autor