AçõesHome

Investidor estrangeiro acumula saldo negativo na Bolsa; investidor institucional tem superávit

Por Pablo Vinicius Souza
07 junho 2019 - 11:07

Após o investidor estrangeiro findar maio com saldo negativo no índice Bovespa da B3, as primeiras sessões de junho estão sendo marcadas pelo forte movimento de venda dos mesmos.

Na sessão da última terça-feira (4), o grupo comprou R$ 5,901 bilhões e vendeu R$ 6,890 bilhões, negativando em R$ 998,997 milhões.

Desse modo, o acumulado do mês de junho começa negativo em R$ 1,469 bilhão para o segmento.

A jornada não foi exclusivamente negativa para o investidor estrangeiro: os investimentos de empresas públicas e privadas também recuaram.

No mesmo dia, o grupo comprou R$ 61,861 milhões e vendeu R$ 97,310 milhões, totalizando R$ 35,449 milhões no dia.

Assim sendo, o acumulado do mês de junho equivale a um saldo negativo de R$ 29,467 milhões.

Ademais, os investimentos das instituições financeiras adquiriram R$ 747,831 milhões e alienaram R$ 751,943 milhões, totalizando R$ 4,112 milhões negativos.

Com o resultado, os números positivos do mês recuaram para R$ 531,380 milhões.

Os investidores institucionais, por sua vez, revelam um movimento na direção contrária ao investidor estrangeiro.

Na mesma jornada, o grupo adquiriu R$ 4,971 bilhões. Por outro lado, as alienações totalizaram R$ 4,055 bilhões, resultando em um superávit de R$ 915,203 milhões.

Desta forma, o acumulado do mês de junho é positivo em R$ 870,091 milhões para o segmento.

O investidor pessoa física registrou entradas em R$ 2,677 bilhões e saídas em R$ 2,560 bilhões, totalizando R$ 117,363 milhões.

Com o saldo da jornada, o mês do investidor acumula um resultado positivo de R$ 128,376 milhões.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta sexta-feira

Guedes: Integração Brasil-Argentina vai fazer Mercosul funcionar; governo prevê moeda única

Reforma da Previdência: regra para servidor perto da aposentaria pode mudar

Banco Central revela saída de R$ 718,7 milhões da caderneta poupança em maio

Câmbio derruba safra 2018/19 da Biosev, sem efeito caixa; margem melhora

Governo e Petrobras vencem no STF com destravamento de venda da TAG


Sobre o autor