Empresas

International Meal Company (MEAL3) – Negociações seguem

Por Fast Trade
21 setembro 2018 - 15:28

No início da semana, a International Meal Company (IMC) anunciou que o acordo com a Sapore para uma combinação dos negócios entre as duas companhias seria desfeito depois que auditorias foram realizadas e divergências contábeis e financeiras foram encontradas. O acordo inicial previa que a Sapore ficasse com 41,8 por cento do capital da IMC.

No entanto, a Sapore não desistiu do possível negócio e vem buscando formas para que a operação siga em frente. No dia 18 foram divulgadas informações que a Sapore, em conjunto com fundos da Kinea (braço de gestão independente do Itaú), estaria interessada em fazer uma OPA (Oferta Pública de Aquisição) da IMC. As informações não foram confirmadas pelas partes envolvidas.

E Eu Com Isso?

A notícia é positiva para as ações da IMC (MEAL3) no curto prazo, visto que as ações chegaram a cair 10 por cento no mercado de ontem, mas recuperou e registrou alta de 0,75. O fato positivo é o valor da possível OPA, que seria de 8,50 – um prêmio de 26,5 por cento sobre o valor de mercado.

Ao fazer a auditoria contábil, a equipe contratada pela IMC encontrou uma série de números diferentes dos que foram apresentados pela Sapore, que reduziam o Ebitda e aumentavam a dívida, de tal forma que o valuation da Sapore seria distinto do acordado no fechamento da operação.

A união das empresas com base no acordo inicial criaria um grupo que faturaria mais de 3 bilhões nos segmentos de serviços e varejo de alimentos com mais de 1.400 funcionários.

O desenrolar das operações é o principal catalisador das ações da IMC no curto prazo. Se o interesse na OPA e o valor forem confirmados, será positivo para as ações, que devem subir e se ajustar ao valor ofertado de 8,50 – atualmente as ações estão cotadas em 6,72.

  • Análise feita em parceria com a Levante Ideias de Investimentos.

Sobre o autor