EconomiaHome

Inflação das famílias de baixa renda salta para 0,67% no mês de março

Por Eloiza Amaral
05 abril 2019 - 16:00
Ibovespa futuro tem leve alta

Em seu relatório divulgado nesta sexta feira (5), a FGV informou que o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), utilizado para medir a variação de preços de produtos e serviços para famílias com renda entre um e 2,5 salários mínimo, avançou a inflação de 0,49% para 0,67% no mês de março.

Com este resultado, o índice passa acumular alta de 1,77% em 2019 e 5,42% nos últimos 12 meses.

Sobre o IPC-Br, utilizado como medidor de subida de preços para famílias com renda de um a 33 salários mínimos por mês, a inflação registrada foi de 0,65%.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação:

Transportes 0,22% para 1,27%
Alimentação 0,97% para 1,23%
Vestuário -0,04% para 0,61%
Educação, Leitura e Recreação -0,24% para 0,10%

Nestes grupos, vale destacar o comportamento dos itens: gasolina que foi de -1,85% para 3,24%, hortaliças e legumes que alavancou de 6,22% para 12,14%, roupas de 0,06% para 0,85% e show musical que saiu da queda de -2,53% para 2,70%.

Manual do Imposto de Renda para Investidores

Os grupos que apresentaram recuo em seus resultados foram:

Habitação 0,40% para 0,20%
Saúde e Cuidados Pessoais 0,50% para 0,25%
Despesas Diversas 0,08% para -0,15%
Comunicação 0,05% para -0,06%

Nestas classes de despesa, destacam-se os itens tarifa de eletricidade residencial (1,56% para 0,17%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,99% para 0,34%), serviço religioso e funerário (0,94% para 0,18%) e tarifa de telefone residencial (-0,16% para -0,44%).


Sobre o autor