HomeMercados

Indicadores econômicos; prévias corporativas; PIB chinês e outros destaques da semana

Por Bruna Santos
13 outubro 2019 - 11:02

O Ibovespa disparou 2% na última sessão (11), na véspera de uma semana intensa entre indicadores econômicos e avanços políticos. De acordo com o Termômetro Broadcast Bolsa, que busca captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do índice na semana seguinte, a perspectiva de ganhos para esta semana avançou fortemente.

Ademais, os últimos dias entusiasmaram os mercados, em função das negociações comerciais sino-americanas e a definição de um acordo parcial. A expectativa é que a semana inicie refletindo a decisão no mercado global.

Segundo o presidente americano, Donald Trump, o entendimento na parte cambial foi muito relevante para o acordo. “O acordo que acabei de fazer com a China é, de longe, o maior e maior acordo já feito para nossos grandes agricultores patrióticos na história de nosso país”, escreveu ele em sua página pessoal no Twitter.

Amanhã começa encontro anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial.

Em Brasília, por outro lado, o destaque político é a votação no Senado do projeto aprovado na Câmara relacionado às regras de rateio entre Estados e municípios de verba da cessão onerosa. Embora a matéria tenha avançado nos últimos dias, o cenário ainda é complexo e deve ser debatido. Há expectativa, contudo, de que essa questão seja definida a fim de garantir a votação da reforma da Previdência em segundo turno, prevista até o momento para dia 22.

Indicadores econômicos internos e globais

Entre os indicadores econômicos internos, o IBC-Br sai amanhã (14), além do tradicional boletim Focus, publicado pelo Banco Central. Posteriormente, na quarta-feira (16), o mercado acompanhará a divulgação do IGP-10. Ambos podem influenciar as expectativas sobre a política monetária.

No âmbito corporativo, o Banco do Brasil (BBAS3) define o preço das ações em follow-on na próxima quinta-feira (17). O mercado acompanha ainda as prévias operacionais e de vendas da Vale (VALE3), Petrobras (PETR4) e Pão de Açúcar (PCAR4).

Em paralelo, a agenda de indicadores econômicos externos será movimentada nos próximos dias, com destaque para os números da China. Na quinta sai o PIB chinês. Em seguida, saem dados da indústria, varejo e balança comercial que podem refletir os impactos da guerra comercial com os Estados Unidos, onde dados de varejo e Empire Manufacturing dividem as atenções com a publicação do Livro Bege.

Leia mais:

IPO do Banco BMG inaugura período de reserva


Sobre o autor