Mercados

Indicadores domésticos, política e empresas: os destaques da semana

Por Fast Trade
28 setembro 2020 - 07:00 | Atualizado em 28 setembro 2020 - 07:31
Bateria de indicadores; inflação

Após uma série de indicadores econômicos que mostraram resultados otimistas na semana passada, como a confiança do comércio que recuperou o nível pré-pandemia e que o setor industrial voltou a contratar, os próximos dias reservam dados importantes sobre a economia.

De acordo com a Secretaria do Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, os dados da balança comercial de setembro não serão divulgados hoje. Assim sendo, os resultados preliminares do mês serão entregues a jornalistas cadastrados que fazem a cobertura do ministério na próxima quinta-feira (1º de outubro).

Por outro lado, o mercado monitora outros indicadores como o tradicional boletim Focus, do Banco Central, no qual o mercado revelará a projeção para a inflação e mais. Além disso, o investidor confere amanhã (29) o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), dado de inflação que serve de referência para reajuste de aluguéis.

Expectativa do mercado gira em torno também do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), dados que saem no mesmo dia. Posteriormente, na quarta-feira, sai a taxa de desemprego medida pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad).

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Veja outros indicadores econômicos

Balança comercial é superavitária em US$ 1,506 bilhão na 3ª semana de setembro

Confiança da indústria de setembro pode chegar ao maior nível desde 2013

Política nacional

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reuniu no sábado passado (26) com o líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros.

Conforme a reportagem do Estadão, ambos debateram ajustes na proposta de reforma tributária que o governo planeja encaminhar ao Congresso nos próximos dias.

Embora ainda haja pendências que precisam ser validadas pelo presidente Jair Bolsonaro, segundo Barros, a proposta deve ser fechada nesta segunda-feira para novos debates.

Uma das propostas discutida é o novo tributo a desoneração da folha, que pode tributar transações digitais com cobrança semelhante à CPMF, segundo o Estadão.

A primeira parte da reforma tributária foi entregue ao Congresso Nacional em meados de julho.

Outro assunto que deve repercutir no mercado de capitais é o julgamento em plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) da reclamação, oriunda do Senado Federal, que busca impedir um trâmite simplificado para a venda de refinarias da Petrobras (PETR3; PETR4).

O assunto que tem afetado bastante as ações da companhia nos últimos pregões foi pautado pelo ministro Luiz Fux para a próxima quarta-feira (30).

Ainda na quarta-feira o Congresso analisar os vetos do presidente Bolsonaro, inclusive o que afetou 18 dispositivos do novo Marco Legal do Saneamento Básico.

Para ficar por dentro das principais novidades do mercado financeiro, participe gratuitamente do canal Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade. Lá você ainda confere muitas dicas sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade e acompanha os principais indicadores econômicos!

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini Dólar – Desvendando este mercado

Empresas

Na esteira do cenário corporativo, o Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian mostrou que os pedidos de recuperação judicial declinaram 7% em agosto na comparação anual com o mesmo período do ano passado (passando de 142 para 132).

Essa é a quinta queda seguida do índice em 2020 desde o mês de abril, período considerado o ‘fundo do poço’ por causa da pandemia.

O resultado evidenciou que os negócios de maior porte estão se recuperando mais rapidamente diante da retomada das atividades comerciais e de serviço do que os demais devido a um maior fôlego de capital de giro, de acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Isso porque as grandes empresas recuaram 25% nos pedidos de recuperação judicial em agosto, seguido das médias (-20,8%).

Em contrapartida, o número de pedidos de recuperação judicial entre as micro e pequenas empresas aumentou 1% no período.

Por fim, a construtora Melnick Even estreia hoje na B3, enquanto a Compass e a Boa Vista estreiam na quarta-feira (30).Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante


Sobre o autor