Dólar e índice

INDFUT: Ibovespa futuro sobe com exterior; política, CNT, Congresso no radar

Por TradersClub
12 maio 2020 - 11:23 | Atualizado em 12 maio 2020 - 11:23

O Ibovespa futuro abriu em alta nesta terça-feira, seguindo a leve alta dos futuros americanos e o avanço do petróleo, enquanto as incertezas políticas locais, receios de nova escalada do vírus e atritos comerciais entre Estados Unidos e China continuam a impor alguma cautela. Perto das 09h05, o futuro do principal índice da B3 atingia 79.800 pontos, alta de 1,14%, sugerindo que a bolsa brasileira terá abertura no azul. Lá fora, o EWZ, o índice de ações que replica o Ibovespa, subia 0,79%, enquanto os futuros americanos Dow Jones, S&P500 e Nasdaq avançavam 0,46%, 0,37% e 0,41%, respectivamente.

A alta do preço do petróleo anima depois que a agência Reuters noticiar que a Rússia deve promover um corte de 1,85 milhão de barris diários, um dia após a Arábia Saudita cortar sua produção de junho em mais 1 milhão de barris.

O cenário político local perde para a cena externa, mas ainda pode agitar o humor. Háexpectativa sobre vídeo da reunião ministerial citada pelo ex-ministro Sergio Moro e depoimentos de ministros, ao mesmo tempo em que o presidente Jair Bolsonaro confirma que vai vetar o reajuste de servidores, que ficou para amanhã, e a Câmara ameaça derrubá-la.

Pelas 11h00, o CNT divulga pesquisa com índices de popularidade do governo e pessoal do presidente Jair Bolsonaro. Pautas do Senado de limitação da taxa de juros do cartão de crédito e do cheque especial a 20% ao ano até junho de 2021 e a elevação da CSLL do setor financeiro de 20% para 50% seguem sendo monitoradas, além de balanços. Itaúsa teve queda do lucro de 53%, enquanto BTG Pactual registrou alta de 13,7%. Já a Oi teve sua nota rebaixada pela Standard & Poor’s para B-.


Sobre o autor