Ações

INDFUT: Ibovespa futuro despenca mais de 4% com saída de Castello e ameaças de Bolsonaro

Por TradersClub
22 fevereiro 2021 - 11:31 | Atualizado em 22 fevereiro 2021 - 12:58
mercados internacionais

O Ibovespa futuro seguiu o roteiro traçado pelo mercado no fim de semana e despenca nesta segunda-feira aos 112 mil pontos após saída de Castello e ameaças de Bolsonaro.

Nesse sentido, em meio às decisões e falas do presidente sobre “meter dedo na energia elétrica” e mais mudanças, os investidores ficaram preocupados de uma guinada intervencionista e ameaça à agenda liberal.

Na sexta-feira, após o fechamento, foi anunciado o que o mercado já receava: a saída de Roberto Castello Branco da presidência da Petrobras, após insatisfação do presidência com reajustes de dois dígitos do diesel e da gasolina, e sua substituição por um general da reserva, Joaquim Silva e Luna.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

O general já negou que vá interferir na política de preços e o ex-presidente Michel Temer avisou que o Brasil pode se surpreender positivamente com o novo líder da estatal, mas não evitaram o derretimento dos recibos de ações das ações brasileiras em Nova Iorque, os ADRs, da Petrobras despencam mais de 16%.

Contribuem para essa derrocada o rebaixamento que os papéis da petroleira sofreu XP, Bradesco BBI, BTG Pactual e Credit Suisse estão entre as corretoras que cortaram recomendação.

O mercado avalia que outras estatais, caso da Eletrobras e Banco do Brasil, também vão atrás, assim como papéis do setor elétrico com receio de mexidas nas tarifas de luz.

Movimentações do Mercado

O mau humor deve ser geral, ampliado em dia de vencimento de opções sobre ações.

O Bank of America rebaixou a avaliação para as ações brasileiras de overweight, o equivalente a compra, para marketweight, o mesmo que neutro.

Desse modo, o mercado aguarda pronunciamento de Guedes e a pesquisa CNT sobre popularidade do governo pelas 11h00.

Na cena corporativa, temos Bradesco negando a informação de fim de semana que esteja fechada a intenção com o BB de fechar capital da Cielo.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

O Valor diz que o acordo entre Eleva e Cogna foi fechado. No pós-fechamento saem vários balanços, entre eles da CSN, da Itaúsa e da Movida. Perto das 09h05, o Ibovespa futuro afundava 4,67% a 112.790 pontos.

O EWZ, que replica o Ibovespa em Nova Iorque, despencava 7,23%. Nos EUA, os futuros do S&P500, do Dow Jones e do Nasdaq perdiam 0,76%, 0,56% e 1,37%, respectivamente.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa futuro despenca mais de 4% com saída de Castello e ameaças de Bolsonaro

Leia também:

USIM5: Usiminas reporta recorde de lucro e receita em 2020

KLBN11: Klabin lucra R$1,327 bi no 4T20, mas amarga prejuízo em 2020


Sobre o autor