Economia

Incerteza fiscal deve continuar pressionando o Ibovespa

Por Fast Trade
05 abril 2021 - 07:00 | Atualizado em 05 abril 2021 - 07:35
Presidente do Banco Central - Economia
Presidente do Banco Central

De acordo com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, a incerteza fiscal deve aumentar em função do Orçamento 2021. Em entrevista ao “Estado de S.Paulo” publicada na véspera (4), ele disse que “qualquer incerteza em relação ao Orçamento agrava a incerteza fiscal”.

+ Derivativos: o guia definitivo para começar a investir

Na quinta-feira passada (1), o Ibovespa virou para queda, também pressionado pela divulgação de indicadores industriais fracos no país. O recuo contrapôs os principais índices norte-americanos, que avançaram repercutindo o anúncio do plano de investimento de US$ 2,25 trilhões em infraestrutura.

Por outro lado, o mais importante indicador do desempenho das ações negociadas na B3 conseguiu subir 0,41% na semana. “Quando olhamos a reação do mercado e dos agentes econômicos às notícias fiscais, é uma preocupação que está no topo da lista”, declarou Campos Neto.

Segundo ele, esse movimento tem sido responsável pela elevação da incerteza fiscal no país, diferenciando o Brasil dentre outros países.“Hoje, somos o País mais endividado d o mundo emergente”, disse o economista ao jornal.

+ Descubra o seu perfil de investidor para melhor investir seu patrimônio

Na avaliação dele, o Orçamento ainda não está fechado e será preciso monitorar os debates para avaliar a influência na atuação do Banco Central.

No entanto, caso o Orçamento passe, ele pontuou que “a percepção de que ele é inexequível ou precise fazer algum tipo de suplementação de crédito para que atinja os números é um fator que vai preocupar o BC”, conforme reforçou o Valor investe, uma vez que modifica o prêmio de risco fiscal presente nas variáveis macroeconômicas.

Assim também, Campo Neto sinalizou estar preocupado com o ritmo da campanha de imunização contra a covid-19 no Brasil. “Para o BC, é relevante ter uma estimativa de abertura da economia para traçar o nosso cenário”, apontou.

Acordo

Ao jornal “O Globo”, a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, disse que o Congresso e a pasta econômica do governo entraram em um acordo político, embora o valor exato que será cortado para ajustar as contas ainda não esteja definido.

Em contrapartida, a reportagem reforçou que, apesar da posição da ministra, outros integrantes da equipe econômica dizem que há incertezas.

Por um lado, parece haver um entendimento sobre a manutenção da proposta orçamentária dentro das regras fiscais. Por outro lado, ainda não ficou claro como esse resultado será alcançado, fato que aumenta a incerteza fiscal.

+ E-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Conforme relatado pelo “O Globo”, o sábado (3) marcou uma nova rodada de conversas entre Flávia Arruda, integrantes da equipe econômica, mas também dos presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e Arthur Lira (PP-AL), e o próprio relator do Orçamento, Márcio Bittar (MDB-AC).

A princípio, a notícia é que o Congresso teria concordado em cortar ao menos R$ 13 bilhões em emendas, segundo pessoas que acompanharam a negociação.

Ainda assim, o diagnóstico da equipe liderada pelo ministro Paulo Guedes ainda é o de que é preciso corrigir o Orçamento. Nesse sentido, seriam usados vetos para garantir que a projeção de despesas obrigatórias seja considerada realista pelos órgãos de controle.

Fique ligado no portal Fast Trade para saber como a incerteza fiscal vai repercutir no Ibovespa neste pregão (5) e, também, na semana.

Por fim, leia outros destaques além da incerteza fiscal:

Governo espera destravar R$ 10 bi em investimentos na semana

Investimentos recuaram 15,9% em janeiro ante dezembro, aponta Ipea

Lucro das empresas de capital aberto no 4T20 mais que dobra ante o 4T19

Petróleo avança 3% após Opep+ decidir reduzir gradativamente a produçã

Assim também, confira:

Ibovespa ignora recorde em NY e cai 1,18% com piora no risco fiscal

Dólar sobe 1,55% e fecha a R$5,71 em clima de cautela antes do feriado

Balança comercial brasileira registrou um superávit de US$1,48 bilhão em març

Do mesmo modo, acesse esses destaques:

B3 inclui Locaweb (LWSA3) na 1ª prévia do Ibovespa para maio a agosto e mais

Déficit primário do setor público consolidado e mais indicadores econômicos

Ibovespa registra valorização de 6% em março, apesar da baixa neste pregão

Além disso, confira:

Cielo deve se beneficiar com a autorização do WhatsApp Pay

Cogna (COGN3) reporta prejuízo líquido ajustado de R$ 907,4 milhões em 2020

Índice de Confiança de Serviços cai 5,6 pontos em març

Ademais, leia:

IPO da Raízen deve levantar R$13 bilhões e pode ser uma das maiores da história

JHSF (JHSF3) vai pagar R$144 mi em dividendos e mais destaques corporativos

Índice de Confiança de Serviços cai 5,6 pontos em março

Posteriormente, veja:

Boletim Focus: Mercado mantém previsão para a Selic em 2021, eleva IPCA e mais

Incerteza da Economia recua em março e mais indicadores econômicos

Governo abre crédito de R$ 5,3 bi ao Ministério da Saúde para ações de combate à pandemia

Cemig (CMIG4) apresenta lucro líquido de R$1,332 bilhão no 4T20

Oi (OIBR4) amarga prejuízo líquido de R$10,5 bilhões em 2020


Sobre o autor