Mercados

Importadores aumentam as compras externas de petróleo devido ao cenário da Petrobras

Por Fast Trade
22 junho 2022 - 13:00 | Atualizado em 22 junho 2022 - 14:18
alta com Petrobras

No Brasil, desde maio, os importadores decidiram ampliar as compras externas de petróleo e seus derivados. Isso porque os ruídos em torno da Petrobras (PETR3;PETR4) só contribuíram para dar forças às incertezas em torno de preços e dos produtos.

+ Inscreva-se para a segunda edição do Invest Day!

Segundo informações do Icomex – Indicador de Comércio Exterior, as importações diminuíram o superávit da balança comercial. Em maio, o saldo da balança comercial do Brasil fechou em US$ 4,9 bilhões. Porém, esse montante aponta baixa de US$ 3,6 bilhões no comparativo com o mesmo mês do ano passado.

Soma-se a isso, o acumulado do período de janeiro até maio, cujo superávit ultrapassou a marca de US$ 26,6 bilhões no ano de 2021 e foi para US$ 25,4 bilhões no ano atual. Além disso, considerando os volumes, o recuo de exportações de petróleo e derivados atingiu baixa de 8,1%, mas as importações aumentaram 3,2% na comparação entre maios de 2021 e maio de 2022.

Superávit da balança em relação ao petróleo e derivados

Nos últimos meses, a balança comercial de petróleo e seus derivados têm diminuído o superávit. Com isso, declina do saldo positivo de US$ 2,8 bilhões no mês de fevereiro e fecha em US$ 88 milhões no mês de maio. Desse modo, o petróleo e derivados correspondem a 13% do total de exportações, enquanto as importações atingiram 15%.

Na análise de valores, a importações avançaram 109% na comparação de maio de 2022 sobre o mesmo mês de 2021. Entretanto, as exportações atingiram  23,9%, pois o aumento de preços em torno de 53,8% para o petróleo e seus derivados foi um dos fatores para isso.

+ Guia de A a Z de como se tornar um Trader: Baixe agora!

Contudo, os preços de importações desses produtos aumentaram cerca de 92,8%, porém, os volumes de importações também se elevaram em 6,8%. Por fim, no acumulado do período de janeiro até maio, o volume de exportações do Brasil aumentou para todos os mercados, com exceção apenas da China – que apontou baixa de -13,1%.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram!

 

Leia Mais:

Vendas de aço devem recuar 5,0% na base mensal em junho

Commodities e bolsas mundo afora pressionam Ibovespa futuro


Sobre o autor