Economia

Impacto das medidas econômicas e temporada de balanços

Por Bruna Santos
30 março 2020 - 09:02 | Atualizado em 30 março 2020 - 09:02

No âmbito econômico local, além dos indicadores econômicos previstos, a temporada de balanços do quarto trimestre entra sua reta final.

Apenas hoje serão divulgados os resultados da Taurus (TASA4), Braskem (BRKM5), Cogna (COGN3), Br Brokers (BBRK3), Even (EVEN3), Linx (LINX3), Dommo Energia (DMMO3), IMC (MEAL3), Indusval (IDVL4), JSL (JSLG3), Mahle Metal Leve (LEVE3), Miltre (MTRE3), Moura Dubeaux (MDNE3), PDG (PDGR3), Pomifrutas (FRTA3), Saraiva (SLED4), Smartfit (SMFT3), Technos (TECN3) e Viver (VVR3).

Amanhã, saem ainda os números da CVC (CVCB3), Tegma (TGMA3), Helbor (HBOR3) e General Shopping (GSHP3) na temporada de balanços.

Na política, ontem o ministro da Economia, Paulo Guedes, falou em live promovida pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

De acordo com o economista, a tendência é que o Brasil eleja os novos presidentes BID, assim como do NDB.

Isso, segundo ele, ajudará os municípios brasileiros a rolarem suas dívidas com o Banco Interamericano de Desenvolvimento e o Novo Banco de Desenvolvimento, o Banco dos Brics.

Além disso, o governo federal planeja anunciar a rolagem de dívida de municípios, assim como fez com os Estados Unidos.

Guedes destacou que o valor das medidas econômicas tomadas para o combate à crise do coronavírus já se aproximam de R$800 bilhões ou cerca de 4,8% do PIB brasileiro, cuja estimativa foi reduzida pela XP Investimentos de crescimento 1,8% para queda de 1,9%.


Sobre o autor