EconomiaHome

IGP-10 cresce 0,49% em junho, mas fica abaixo do resultado de maio

Por Eloiza Amaral
14 junho 2019 - 10:59
Inflação medida pelo IPC-S fecha junho com queda de 0,02%, aponta FGV

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços ao Consumidor 10 teve alta de 0,49% em junho, mas o resultado é inferior o crescimento de 0,70% observado em maio. As informações foram divulgadas nesta sexta feira (14), pela Fundação Getúlio Vargas.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que tem peso de 60% no índice, variou 0,72% em junho, após marcar 0,84% em maio. Na análise por estágios de processamento, o item Bens Finais recuou 0,95%, puxado pelo subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de -2,88% para -11,36%, e no grupo Bens Intermediários, a taxa passou de 0,95% em maio para 0,75% em junho

Já no Índice de Preços ao Consumidor (IPC) a variação foi de 0,02% em junho. Nesta medição seis das oito classes de despesa componentes do índice registraram recuo em suas taxas de variação, com destaque para o grupo Alimentação.

Alimentação 0,25% para -0,66%
Transportes 0,94% para -0,05%
Saúde e Cuidados Pessoais 0,88% para 0,41%
Despesas Diversas 0,69% para -0,31%
Comunicação -0,09% para -0,36%
Vestuário 0,71% para 0,38%
Educação, Leitura e Recreação 0,29% para 0,71%
Habitação 0,26% para 0,37%

No Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), responsável por 10% do IGP-10, a subida foi de 0,04%. Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de maio para junho: Materiais e Equipamentos (0,52% para 0,06%), Serviços (0,29% para 0,09%) e Mão de Obra (0,18% para 0,02%).


Sobre o autor