Mercados

Ibovespa tem tendência de alta com exterior ameno

Por TradersClub
08 fevereiro 2022 - 12:26 | Atualizado em 08 fevereiro 2022 - 13:49

Investidores digerem a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central, Copom, que deu hoje poucas pistas adicionais sobre o rumo da taxa básica de juros no futuro próximo. O Ibovespa tem tendência técnica de alta, que pode ser suportada pelo exterior com desempenho ameno esta manhã.

As bolsas na Europa e de países emergentes ou exportadores de commodities também operam com tendência de alta, enquanto os futuros americanos estão estáveis. O dólar se fortalece contra outras moedas à espera das negociações em torno do conflito na Ucrânia.

Mundo afora, os dados de inflação nos Estados Unidos capturam a maior atenção. Nesse contexto, os Treasury yields subiam na manhã desta terça.

O petróleo Brent recuava 2,09% a US$90,75, perto das 9h40, de olho em conversas sobre as operações nucleares no Irã. Segundo a Al Jazeera, as negociações para restabelecer os termos de um acordo internacional de 2015 estão em “fase final”. Um acordo pode resultar em retomada das exportações do petróleo iraniano, que hoje sofre com sanções do Ocidente.

A alta do minério de ferro na China e dos papéis de mineradoras na Austrália e no Reino Unido sugerem um dia positivo também para as ações da Vale, que fecharam ontem na máxima desde agosto de 2021. As ADRs da mineradora avançavam no pré-mercado em Nova York.

Bradesco, XP e Equatorial publicam os seus balanços hoje à noite.

Ibovespa

O índice futuro busca manter sua tendência de alta e opera com suporte técnico em 111.710 pontos e resistência em 112.745 pontos, disseram traders.

Câmbio

O dólar futuro mostra tendência técnica de queda, com fluxo vendedor de estrangeiros e institucionais nacionais no ano.

Juros

Os contratos DI da cauda curta da curva de juros devem responder à Ata do Copom e eventual recalibragem de expectativas para a reunião de março da autoridade monetária. Já a cauda longa poderá abrir seguindo o câmbio ou a queda nos preços de petróleo.


Sobre o autor