Ações

Ibovespa tem forte queda reagindo ao exterior e às notícias do Covid-19

Por Fast Trade
13 janeiro 2021 - 14:21 | Atualizado em 13 janeiro 2021 - 17:02

O Ibovespa opera em forte queda nesta quarta-feira (13), reagindo às incertezas no exterior e às notícias do Covid-19.

Depois de oscilar na abertura, o índice geral firmou trajetória de baixa, pressionado pelo desempenho ruim das blue chips.

Nesse sentido, pesava o recuo de 2% nas ações da Vale (VALE3), cuja participação na carteira teórica do índice é de 12%.

Além disso, as ações do setor bancário e a Petrobras (PETR3/PETR4) também anotavam perdas, contribuindo com o movimento de ajuste.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

No radar, estavam as discussões sobre o pedido de impeachment de Donald Trump, que deve ser votado ainda hoje na Câmara dos Representantes.

Da mesma forma, os investidores monitoravam as declarações dos dirigentes do Federal Reserve sobre a continuidade das política de estímulos.

Autoridades como Loretta Mester (Cleveland), Esther George (Kansas), James Bullard (Saint Louis) e Erick Rosengren (Boston) mudaram de opinião sobre a interrupção do programa de compra de ativos.

Ainda assim, o mercado está incerto sobre as próximas medidas de apoio à economia que serão aplicadas pela instituição.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Enquanto isso, o número de casos de Covid-19 continua a aumentar. Ontem, o país reportou 4.406 mortes pela doença, um novo recorde desde o início da pandemia.

Na Europa, Alemanha e Holanda decidiram estender o lockdown por mais algumas semanas para tentar conter as taxas de contaminação.

No Brasil, a média móvel de novas infecções aumentou 51% frente aos últimos 14 dias, totalizando 54.784 casos.

Desse modo, em apenas um dia, ocorreu o registro de 1.109 mortes, agravando as preocupações com os impactos do atraso na vacinação.

Agenda Econômica e Destaques Corporativos

Por fim, a agenda de indicadores revelou que o volume de serviços cresceu 2,6% em novembro, concluindo a sua sexta alta consecutiva.

Assim, segundo o IBGE, o resultado ficou ligeiramente acima do previsto, apesar de ainda não ter recuperado as perdas provocadas pela pandemia.

Na B3, em dia de queda majoritária, as ações do Carrefour (CRFB3) seguem liderando os ganhos, após um grupo canadense manifestar interesse em eventual aquisição.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Top 5 máximas do índice à vista: Carrefour (CRFB3), Cielo (CIEL3), Eneva (ENEV3), Pão de Açúcar (PCAR3), PetroRio (PRIO3).

Top 5 mínimas do índice à vista: Usiminas (USIM5), Ambev (ABEV3), Intermédica (GNDI3), Gol (GOLL4), Azul (AZUL4).

Às 13h20 (horário de Brasília), a Bolsa brasileira recuava 1,89%, aos 121.652 pontos, com um volume financeiro de R$9,740 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa tem forte queda reagindo ao exterior e às notícias do Covid-19

Leia também:

Dólar registra comportamento volátil refletindo as tensões nos EUA

B3: Direcional (DIRR3), Smiles (SMLS3) e Carrefour

Indicadores econômicos: IPCA de 2020 anota maior alta desde 2016 e mais


Sobre o autor