HomeMercados

Ibovespa sobe 1,6% com instalação da Comissão Especial e falas de Bolsonaro; dólar cai a R$3,95

Por Pablo Vinicius Souza
25 abril 2019 - 18:26

O pregão de hoje registrou grandes surpresas! O Ibovespa iniciou as operações em queda seguindo o exterior negativo, mas depois reverteu o quadro, ganhando força com a instalação da Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que irá deliberar sobre a proposta de reforma da Previdência.

O mercado ficou muito otimista com os nomes selecionados por Rodrigo Maia para conduzirem os trabalhos nesta etapa. O deputado Marcelo Ramos (PR) assumirá a presidência da Comissão e o deputado Samuel Moreira (PSDB) atuará como relator.

Manual do Imposto de Renda para Investidores

Mais à tarde, o índice geral da B3 acentuou os ganhos após o presidente Jair Bolsonaro declarar que é favorável à ampliação do escopo de privatização da Petrobras, englobando mais refinarias e outras unidades que atualmente estão fora das prioridades da estatal.

Como resultado, a Bolsa brasileira disparou 1,59%, aos 96.552 pontos, registrando um volume financeiro de R$12,407 bilhões.

Cotação do dólar e juros futuros

O dólar comercial fechou em queda de 0,75%, sendo cotado a R$3,95, próximo das mínimas registradas. A divisa americana se fortaleceu no exterior apoiada por dados que sugerem o maior equilíbrio da economia dos EUA frente à onda desaceleração das atividades globais.

Embora as movimentações tenham se mostrado muito voláteis devido à onda de ajustes de posição e realização de lucros, o real brasileiro liderou o grupo das sete moedas que mais valorizaram frente ao dólar.

Os contratos de juros futuros encerraram com um desempenho misto, entre altas e baixas, refletindo a disputa entre a recuperação do câmbio local e a falta de clareza quanto ao caminho que a reforma da Previdência percorrerá nesta etapa de discussões na Comissão Especial.

O DI com vencimento para outubro/2019 caiu para 6,43% (6,45% no ajuste anterior), o DI para setembro/2021 avançou para 7,62% (7,60% no ajuste anterior) e o DI para junho/2024 subiu para 8,68% (8,64% no ajuste anterior).

Commodities

Petróleo – Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda, depois de renovar as máximas frente à expectativa pelo aumento da demanda e da continuidade nos cortes de produção. A pressão pelas sanções ao Irã e à Venezuela e o aumento dos focos de violência na Líbia foram os catalisadores da sessão.

Ainda assim, os preços oscilaram e sofreram alguns ajustes. O petróleo WTI para junho caiu 1,20%, com cotação a US$65,10 o barril vendido em Nova Iorque e o petróleo Brent para junho caiu 0,16%, com cotação a US$74,37 o barril comercializado em Londres.

Desempenho das ações

As ações de maior liquidez da B3 encerraram majoritariamente em alta, com pequenos ajustes fora da curva. Com destaque para as companhias que mais avançaram:

  • Natura (NATU3) +10,21%
  • Qualicorp (QUAL3) +6,82%
  • JBS (JBSS3) +8,52%
  • Lojas Renner (LREN3) +5,77%
  • Marfrig (MRFG3) +4,52%

Petrobras – A Petrobras anunciou na noite de ontem que dará início a um novo Programa de Desligamento Voluntário (PDV). Poderão fazer parte do programa os colaboradores da companhia que estiverem aposentados pelo INSS até junho de 2020, quando terminará o prazo para inscrições.

A previsão é que cerca de 4.300 empregados participem da ação e o custo total estimado será de R$1,1 bilhão, com um retorno esperado de R$4,1 bilhões entre 2019-2023. Conforme comunicado da estatal, o objetivo do programa é renovar os quadros de funcionários de acordo com a necessidade.

Ainda no radar, o jornal O Globo divulgou que a companhia vinha negociando uma parceria com a chinesa CNPC para construção de uma refinaria no complexo do Comperj em Itaboraí/RJ, porém desistiu do negócio e agora pretende estabelecer uma termoelétrica no local, que utilizará o gás natural do pré-sal.

COMPANHIAS ESTATAIS
Ativo 24/04 25/04 Ativo 24/04 25/04
Petrobras (PETR3) -1,77% +0,07% Vale (VALE3) -2,83% +0,18%
Petrobras (PETR4) -0,47% +0,36% Embraer (EMBR3) +0,05% -1,61%
Eletrobras (ELET3) -3,68% +3,49% Banco do Brasil (BBAS3) -2,21% +1,59%
Eletrobras (ELET6) -2,09% +2,48% Cemig (CMIG4) -1,86% +1,33%

E-book: Guia Completo e Definitivo da Previdência Privada 

SETOR BANCÁRIO SETOR SIDERÚRGICO
Ativo 24/04 25/04 Ativo 24/04 25/04
Itaú Unibanco (ITUB3) 00% +0,62% Usiminas (USIM3) -2,93% +1,33%
Santander (SANB11) -2,36% +0,40% CSN (CSNA3) -2,83% -1,90%
Bradesco (BBDC3) +0,10% +0,03% Gerdau (GGBR4) -0,81% -0,07%

 

 


Sobre o autor