Ações

Ibovespa sobe 0,83% apoiado por blue chips, precatórios, indicadores e ata do Fed

Por Fast Trade
24 novembro 2021 - 19:12 | Atualizado em 25 novembro 2021 - 06:04
Eleições nos EUA e cenário interno devem aumentar a volatilidade do Ibovespa

O Ibovespa fechou em alta nesta quarta-feira (24), fazendo uma sessão de intensa volatilidade, apoiado diversos fatores internos e do cenário internacional. Depois de oscilar em queda pressionado pela piora dos indicadores econômicos dos EUA, o índice geral ganhou força com a valorização das blue chips.

Desse modo, as companhias Petrobras (PETR3/PETR4), Vale (VALE3), as siderúrgicas e os bancos anotaram ganhos, impulsionando o movimento positivo do mercado acionário.

Ao mesmo tempo, ficou em destaque a apresentação do parecer final da PEC dos precatórios na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Na véspera, alguns parlamentares entraram com o pedido de vistas ao documento e, hoje, houve um acordo para leva-lo à votação na próxima quarta-feira (30).

+ Derivativos: o guia definitivo para começar a investir

Vale lembrar que, no órgão, o quórum necessário à aprovação é maioria simples, segundo informou o relator da matéria, o senador Fernando Bezerra Coelho.

Nesse sentido, ele garantiu que já possui 16 ou 17 votos favoráveis, sendo que, seriam necessários apenas 14 para a proposta seguir ao plenário. No Senado, contudo, o governo precisará do apoio de três quintos dos parlamentares, ou seja, 49 votos no total, em dois turnos de votação.

Contexto Internacional – Negociações nos EUA

Em uma sessão marcada por uma agenda recheada de indicadores, os mercados fecharam mistos, reagindo aos dados econômicos mais fracos. Isto porque, a leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) do país mostrou um crescimento de 2,1% no terceiro trimestre, abaixo do previsto.

Na mesma linha, a medida de inflação utilizada como referência pelo Federal Reserve na condução da política monetária, o PCE, subiu 5,3% no período de julho a setembro. Este dado evidenciou a piora das perspectivas, gerando preocupações sobre uma possível antecipação no aumento da taxa básica de juros.

E, por último, a ata da última reunião de Política Monetária do Fed mostrou que os dirigentes estão dispostos a acelerar o fim do programa de compras de ativos. Além disso, muitos também consideraram antecipar o ciclo de aumento na taxa de juros, caso a inflação permaneça elevada.

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 0,03%, o S&P 500 avançou 0,23% e o Nasdaq Composto subiu 0,44%.

Destaques Corporativos

Na B3, as companhias do setor de varejo como Magazine Luiza (MGLU3), Americanas (AMER3) e Arezzo (ARZZ3) contabilizaram ganhos, na esteira do otimismo com a Black Friday.

Em contrapartida, o setor de saúde recuou em bloco, com as empresas Hapvida (HAPV3), Rede D’Or (RDOR3) e Mater Dei (MATD3) fechando em território negativo.

Top 5 máximas do índice: Banco Pan (BPAN4), Locaweb (LWSA3), Banco Inter (BIDI11), Lojas Americanas (LAME4) e Cogna (COGN3).

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Top 5 mínimas do índice: Natura (NTCO3), PetroRio (PRIO3), Rede D’Or (RDOR3), Hapvida (HAPV3) e Intermédica (GNDI3).

Como resultado, o Ibovespa subiu 0,83% aos 104.514 pontos, com um volume financeiro negociado de R$19,570 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa sobe 0,83% apoiado por blue chips, precatórios, dados dos EUA e ata do Fed

Leia também:

Dólar registra leve queda de olho na votação dos precatórios no Senado

Safra eleva o preço-alvo da Movida para R$ 31,50 prevendo a evolução dos resultados

Banco Central está trabalhando para levar a inflação à meta em 2022, disse Campos Neto


Sobre o autor