HomeMercados

Ibovespa recua 1,21% com redução das expectativas sobre o Federal Reserve

Por Pablo Vinicius Souza
19 julho 2019 - 18:39
Ibovespa futuro cai

O pregão de hoje foi de redução das expectativas na B3! Depois de avançar na véspera acompanhando o otimismo do exterior, o Ibovespa levou um banho de “água fria” nesta sexta-feira (19).

Na sessão de ontem, o índice geral ganhou tração após o presidente do Federal Reserve de Nova Iorque, John Williams, se posicionar favorável à um corte mais robusto na taxa de juros dos EUA, como forma de prevenir problemas econômicos.

Porém, na manhã de hoje, o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, afirmou que apoiaria uma redução de apenas 0,25% na taxa básica, pois não há motivos para uma decisão mais agressiva.

Diante da situação, os investidores ficaram receosos e optaram por ajustar posições, já que a autoridade monetária está demonstrando cautela, embora já tenha sinalizado para o afrouxamento monetário na próxima reunião de dirigentes.

Enquanto isso, no cenário doméstico, o mercado continuou monitorando as notícias sobre o pacote de estímulos econômicos preparados pelo governo.

Por pressão do setor de construção, o anúncio das regras sobre o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS/PASEP foi adiado para a próxima semana.

Como resultado, a Bolsa brasileira desabou 1,21%, aos 103.451 pontos, registrando um volume financeiro de R$12,619 bilhões.

Dólar sobe a R$3,74 com estímulos do Fed no radar

O dólar comercial encerrou o pregão desta sexta-feira (19) registrando valorização de 0,48% contra o real brasileiro, sendo cotado a R$3,7460 na venda.

Novamente, as expectativas sobre a política monetária nos EUA influenciaram o ritmo dos negócios por aqui, levando o câmbio local a apresentar um desempenho mediano em relação aos demais pares emergentes.

A divisa americana se fortaleceu também no exterior, após membros do Federal Reserve se posicionarem favoráveis a uma redução de apenas 0,25% na taxa básica, o que derrubou as apostas em um corte mais robusto, de 0,50%.

Além disso, o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, afirmou que não vê a autoridade monetária embarcando em novo ciclo de cortes de juros.

O fato afetou também a renda fixa, limitando o movimento dos contratos de juros futuros, que fecharam a semana próximos à estabilidade.

O DI abril/2020 ficou estável sendo cotado a 5,55%, o DI julho/2024 subiu para 6,82% (6,81% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2027 diminuiu para 7,38% (7,39% no ajuste anterior).

Petróleo fecha em alta com tensões geopolíticas EUA-Irã e preocupações sobre a oferta

Os contratos futuros de petróleo avançaram na sessão desta sexta-feira (19), em meio à novas tensões geopolíticas entre Irã e Estados Unidos no Estreito de Ormuz e riscos de redução da oferta global da commodity.

Na manhã de ontem, o presidente Donald Trump divulgou que um navio americano posicionado na região havia derrubado um drone iraniano que sobrevoava o local.

Na tarde de hoje, a Guarda Revolucionária do Irã anunciou a apreensão de um navio petroleiro da Grã-Bretanha, alegando o descumprimento “das leis e regulamentações marítimas internacionais”.

Nessas idas e vindas, as preocupações sobre um possível conflito no Oriente Médio voltaram a assombrar os investidores, sobretudo, em relação aos impactos sobre a oferta de petróleo.

Além disso, o número de campos de extração do produto em atividade nos EUA diminuiu em 5 unidades, passando para 779 poços, segundo o relatório da Baker Hughes, a prestadora de serviços do setor.

Como resultado, o petróleo WTI para entrega em setembro subiu 0,61%, sendo cotado a US$55,76 o barril e o petróleo Brent também para setembro avançou 0,87%, sendo cotado a US$62,47 o barril. Mesmo com o dia positivo, o petróleo teve uma queda semanal de 6,37%.

Noticiário Corporativo

Hapvida (HAPV3)Em um comunicado, a Hapvida informou a compra de 75% das ações da RN Metropolitan, pelo montante de R$53 milhões.

A RN Saúde tem sede na cidade de Uberaba, em Minas Gerais, e atua no setor de saúde suplementar na região do Triângulo Mineiro, atendendo uma carteira de aproximadamente 50.000 clientes.

Em 2018, a RN apurou uma receita líquida de R$123 milhões, demonstrando o potencial do negócio. Neste momento, a concretização da compra está aguardando a aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e do Conselho de Defesa Econômica (Cade).

Vale (VALE3) – Segundo publicação do Valor Econômico, muitos investidores têm procurado os parlamentares no Congresso para saber se a mudança na legislação pode afetar as operações da Vale e qual será o futuro da empresa.

A senadora Rose de Freitas, presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que está investigando a tragédia de Brumadinho, afirmou que embora a Vale tenha tentado esvaziar a sessão, “houve uma pressão vitoriosa em favor da CPI”.

Em uma teleconferência organizada pelo BTG com cerca de 60 investidores nacionais e estrangeiros, Rose declarou que ainda assim, o Congresso está trabalhando para auxiliar a recuperação da mineradora, porém, a direção terá que assumir seus erros de maneira mais explícita.

Movimentações na B3  

As ações de maior liquidez da Bovespa encerraram em queda, refletindo as nuances do cenário externo. A seguir, as mínimas registradas no dia:

COMPANHIAS ESTATAIS
Ativo 18/07 19/07 Ativo 18/07 19/07
Petrobras (PETR3) -0,99% -0,40% Vale (VALE3) -0,08% +0,19%
Petrobras (PETR4) -0,29% -0,29% Embraer (EMBR3) -0,47% -0,10%
Eletrobras (ELET3) +0,27% -2,76% Banco do Brasil (BBAS3) +2,01% -1,25%
Eletrobras (ELET6) +0,22% -2,05% Cemig (CMIG4) -0,60% -2,09%

E-BOOK GUIA COMPLETO PARA OBTER SUCESSO NOS INVESTIMENTOS EM AÇÕES NA BOLSA DE VALORES

SETOR BANCÁRIO SETOR SIDERÚRGICO
Ativo 18/07 19/07 Ativo 18/07 19/07
Itaú Unibanco (ITUB3) +2,35% -1,95% Usiminas (USIM3) -0,28% -0,09%
Santander (SANB11) +2,59% -2,23% CSN (CSNA3) +2,14% -0,80%
Bradesco (BBDC3) +1,60% -1,25% Gerdau (GGBR4) -0,75% -0,83%


Sobre o autor