EmpresasHome

Ibovespa oscila em queda com pressão da Vale; dólar dispara a R$3,78

Por Pablo Vinicius Souza
01 março 2019 - 12:28
Em um dia com menor volume de negociação, o dia será levemente negativo

O pregão de hoje começou bem volátil, com o Ibovespa tentando acompanhar o bom humor do cenário internacional, mas sendo limitado pelas ações da Vale, que aprofundavam perdas na sessão após o governo anunciar que poderá aplicar a multa de 20% sobre a receita bruta de 2018 caso as investigações concluam que a companhia dificultou a checagem da situação real de suas barragens, resultando na tragédia de Brumadinho/MG.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Ás 12h14 (horário de Brasília), a Bolsa brasileira apresentava desvalorização de 0,19%, aos 95.400 pontos e um giro financeiro de R$3,475 bilhões. O dólar comercial disparava 0,77%, sendo cotado a R$3,78, em um dia de forte cautela no câmbio. Á espera do feriado de Carnaval, o noticiário político protagonizava as movimentações, com a Reforma da Previdência ficando sob os holofotes. As indicações do presidente Jair Bolsonaro, sobre modificar determinados aspectos da proposta enviada ao Congresso, despertou preocupação nos investidores sobre uma possível desidratação da medida.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Os contratos de juros futuros tinham aumento nas taxas de longo prazo, acompanhando o desempenho do dólar diante do real. A posição mais defensiva no mercado de juros revela maior busca por proteção, uma vez que o cenário interno ainda não forneceu sinais claros de melhora no curto prazo. O DI com vencimento para junho/2021 subia 0,53%, sendo vendido a 7,54% (7,51% no ajuste anterior) e o DI com vencimento para dezembro/2023 avançava 0,73%, sendo negociado a 8,63% (8,56% no ajuste anterior).

Baixe o e-book: Guia completo para investimento em renda fixa

As principais blue chips operavam desempenhos mistos, entre perdas e ganhos para diferentes setores. Dentre as estatais, as ações da Vale e da Cemig eram o destaque negativo, com baixas de quase 2%.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

Petrobras – A estatal anunciou aumento de 1,98% no preço médio do litro de gasolina A, sem tributos, nas refinarias, valendo a partir de hoje (1) o novo preço de R$1,6865. O preço do diesel permaneceu inalterado dessa vez, sendo comercializado a R$2,1224 o litro.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

COMPANHIAS ESTATAIS
Petrobras (PETR3)+0,17%Vale (VALE3)-1,42%
Petrobras (PETR4)-0,07%Embraer (EMBR3)+1,68%
Eletrobras (ELET3)-1,19%Banco do Brasil (BBAS3)+1,09%
Eletrobras (ELET6)-1,72%Cemig (CMIG4)-2,08%

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso

SETOR BANCÁRIOSETOR SIDERÚRGICO
Itaú Unibanco (ITUB3)+0,11%Usiminas (USIM3)+0,36%
Santander (SANB11)+0,27%CSN (CSNA3)+6,04%
Bradesco (BBDC3)-0,29%Gerdau (GGBR4)+0,07%

Sobre o autor